Pesquisa para o governo da Bahia, julgamento da Lei Seca e mais de 18 de maio

Pesquisa Genial/Quaest traz o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil), à frente, com 67% das intenções de voto; STF julgará três processos que questionam a Lei Seca e o teste do bafômetro

Bafômetro
Bafômetro PRF/Divulgação

Da CNN

Ouvir notícia

A pesquisa Genial/Quaest para a eleição para o governo da Bahia, que mostrou o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) na liderança com 67% das intenções de voto, e a expectativa para o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) de três processos que questionam a Lei Seca e o teste do bafômetro estão entre os destaques desta quarta-feira (18).

Pesquisa Quaest para o governo da Bahia: ACM Neto tem 67%; Jerônimo, 6%; e Roma, 5%

Pesquisa Genial/Quaest para a eleição para o governo da Bahia, divulgada em primeira mão pela CNN nesta quarta-feira (18), traz o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil), à frente, com 67% das intenções de voto.

Na sequência, aparecem o ex-secretário estadual de Educação Jerônimo Rodrigues (PT), com 6%; e o deputado federal João Roma (PL), com 5%.

O professor Kleber Rosa (PSOL) marcou 1%, e Giovani Damico (PCB) não pontuou. De acordo com o levantamento, ACM Neto venceria no primeiro turno.

STF julga nesta quarta (18) ações que questionam Lei Seca e teste do bafômetro

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar nesta quarta-feira (18) três processos que questionam artigos da Lei 11.705 de 2008, a Lei Seca.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Tuismo (CNC) e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) pedem, em duas ações diferentes, que sejam revistos artigos como o que restringe a venda de bebida alcoólica ao longo de rodovias federais.

Na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) impetrada pela Abrasel, a entidade alega ainda que o artigo 5º da Lei Seca é inconstitucional uma vez que, segundo eles, pune com multa e penas de apreensão de carteira de habilitação e apreensão do veículo, e até flagrante por infração penal, se o condutor se recusar a soprar o bafômetro.

TCU retoma julgamento sobre capitalização da Eletrobras nesta quarta-feira (18)

O Tribunal de Contas da União (TCU) retomará nesta quarta-feira (18) o julgamento sobre a segunda parte do processo de capitalização da Eletrobras, voltada à modelagem do procedimento.

A retomada ocorre após pedidos de vista dos ministros Vital do Rêgo e Jorge Oliveira no dia 20 de abril. À época, Vital do Rêgo justificou o pedido alegando precisar de mais tempo para conversar com autoridades envolvidas na modelagem da capitalização.

Augusto Nardes, ministro do TCU, afirmou na última sexta-feira (13) que espera a aprovação do processo, o que permitira que a estatal iniciasse a etapa final do seu processo de desestatização.

“O razoável é passar a votação. Está claro que não podemos continuar com uma estrutura estatal muito pesada como a Eletrobras possui”, disse.

Finlândia e Suécia submetem oficialmente pedidos de adesão à Otan

A Finlândia e a Suécia entregaram oficialmente seus pedidos de adesão à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) ao secretário-geral da aliança militar, Jens Stoltenberg, nesta quarta-feira (18). A aprovação de todos os 30 aliados pode levar até um ano, dizem diplomatas.

“Os pedidos que você fizeram hoje são um passo histórico. Os aliados vão agora considerar os próximos passos em seu caminho para a Otan”, disse Stoltenberg após receber os pedidos dos embaixadores finlandês e sueco na sede da aliança militar em Bruxelas, na Bélgica.

“Os interesses de segurança de todos os aliados devem ser levados em consideração e estamos determinados a trabalhar em todas as questões e chegar a conclusões rápidas”, afirmou o secretário-geral.

Estudo mostra indicadores que contribuíram para a crise climática e recordes em 2021

Um levantamento da Organização Meteorológica Mundial (OMM) mostrou quatro pontos-chave das mudanças climáticas que levaram o ano de 2021 a quebrar recordes.

Segundo a OMM, as concentrações de gases de efeito estufa, elevação do nível do mar, calor dos oceanos e acidificação dos oceanos são sinais de que as atividades humanas estão causando mudanças na escala planetária na terra, no oceano e na atmosfera, com ramificações prejudiciais e duradouras para o desenvolvimento sustentável e ecossistemas.

O relatório da organização apontou que os últimos sete anos foram os mais quentes já registrados — e apesar do resfriamento temporário, devido ao resfriamento das condições de La Niña no início e no final do ano, isso não foi suficiente para reverter a elevação das temperaturas.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

* Publicado por Léo Lopes

Mais Recentes da CNN