PF cumpre mandados contra o tráfico de drogas em voos da FAB

Ação da Polícia Federal busca provas que liguem um militar como responsável por recrutar ‘mulas’ para o transporte das drogas

Vianey Bentes, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (25) a continuação da Operação Quinta Coluna, com o objetivo de combater uma organização criminosa envolvida com tráfico através da utilização de aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) para enviar drogas para a Espanha.

São cumpridos três mandados de busca e apreensão na Asa Sul e Lago Sul, em Brasília, e na cidade satélite de Águas Claras. Os mandados foram expedidos pela 12ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal com base em documentos apreendidos na fase inicial da operação.

Segundo a PF, essas medidas são para buscar provas que liguem um militar da FAB, que seria o responsável por recrutar “mulas” com envolvimento no tráfico ilícito de entorpecentes.

Avião da Força Aérea Brasileira (FAB)
Avião da Força Aérea Brasileira (FAB)
Foto: Divulgação/Clauber Cleber Caetano/PR

Em fevereiro, nesta mesma operação, a PF cumpriu 15 mandados de busca e apreensão e 2 mandados que restringiram a comunicação entre investigados e a saída deles do Distrito Federal.

O caso de tráfico internacional de drogas foi descoberto após a prisão em Sevilha, na Espanha, no ano de 2019, do sargento Manoel Silva, que levava 39 quilos de cocaína no voo da comitiva presidencial.

Mais Recentes da CNN