Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PF diz que emissão de passaportes foi normalizada

    Confecção de documentos estava suspensa desde 1º de dezembro devido à falta de verba

    Bárbara BrambilaRenata Souzada CNN

    em São Paulo

    A Polícia Federal (PF) informou nesta segunda-feira (26) que a emissão de passaportes foi normalizada após liberação orçamentária. Segundo nota divulgada pela instituição, a distribuição de documentos que se encontravam represados foi iniciada e os novos pedidos serão processados após a resolução das solicitações anteriores.

    De acordo com a PF, a entrega dos passaportes acontecerá de maneira gradual e o status das solicitações poderá ser consultados on-line.

    “A solução da situação, após a liberação orçamentária, foi fruto dos esforços conjuntos com a Casa da Moeda, que empenhou todos os recursos disponíveis para a retomada da confecção dos passaportes”, diz o comunicado.

    Segundo a instituição, os atendimentos seguem sem alterações nos postos da PF em todo o país.

    A emissão das cadernetas estava suspensa desde o último dia 1º por falta de verba. Antes, em 18 de novembro, a PF já havia suspendido a confecção de novos documentos pelo mesmo motivo.

    Em 30 de novembro, a polícia informou que o Ministério da Economia liberou R$ 37,4 milhões para confecção de novos passaportes. O dinheiro foi utilizado para atender solicitações feitas até 00h do dia 1º de dezembro.

    No último dia 24, o presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou um projeto de lei que liberou R$ 31,4 milhões para a retomada da emissão de passaportes.