Pista central da Marginal Tietê pode ser liberada ainda nesta quinta-feira em SP

Secretaria de Transportes Metropolitanos e a Sabesp informaram que não será necessária a instalação de estacas para contenção da pista local

Carolina FigueiredoJulyanne Jucáda CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

A Secretaria de Transportes Metropolitanos e a Sabesp informaram nesta quinta-feira (3) que a pista central da Marginal Tietê, em São Paulo, tem condições de segurança para ser liberada a partir das 17 horas de hoje.

As autoridades realizaram uma análise do local do desmoronamento da obra do metrô e concluíram que o reparo (concretagem) foi bem-sucedido. Com isso, não será necessária a instalação de estacas para contenção da pista local da Marginal.

Os técnicos terminaram na noite de quarta-feira (2) o trabalho de concretagem da abertura causada pelo acidente ao lado do poço de ventilação da Linha-6 Laranja de metrô e do rompimento da tubulação de esgoto.

Também foi informado que serão instalados tapumes no local do acidente na pista local da Marginal Tietê para preservar o local, proteger a população, permitir a limpeza do espaço e evitar que a curiosidade de motoristas pelo trabalho das equipes cause lentidão no fluxo de veículos.

Detalhes do reparo

Foram utilizados mais de 4 mil m³ de concreto e 12 mil m³ de pedras em um serviço que envolveu 220 trabalhadores do governo, Sabesp e do consórcio Linha Universidades, chefiado pela empresa italiana Acciona, a responsável pelas obras da Linha 6-Laranja do metrô.

Em entrevista à CNN, o engenheiro civil do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias (Ibape) em São Paulo, Luís Otávio Rosa, explicou que o processo de preencher o buraco com rochas e concreto serve para estabilizar a terra na região do buraco, e, consequentemente, impedir novos desmoronamentos.

*Com informações de Leonardo Lopes e Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo

Mais Recentes da CNN