Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PM do RJ vê risco de protestos em colégio com nome de pai de Bolsonaro

    Comunicado cita escola Percy Geraldo Bolsonaro como "possível alvo de vandalismo"

    Presidente Jair Bolsonaro na inauguração do colégio Percy Geraldo Bolsonaro
    Presidente Jair Bolsonaro na inauguração do colégio Percy Geraldo Bolsonaro Tânia Rêgo/Agência Brasil

    Leandro Resende

    Documento interno da Polícia Militar do Rio de Janeiro indica que o colégio que leva o nome do pai do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na Baixada Fluminense, é considerado um local que pode ser alvo de protestos no próximo dia 7 de setembro.

    O feriado, na próxima terça-feira, tem previsão de manifestações de pessoas contra e a favor do governo federal.

    O pedido foi feito pela comandante do colégio Percy Geraldo Bolsonaro, tenente-coronel Nádia Luana Cardoso, e se baseia em informações que chegaram ao setor de inteligência da unidade escolar.

    “Por conta das manifestações contrárias ao atual governo federal programada para o próximo dia 7 de setembro de 2021, o prédio do IIICPM é um possível alvo de atos de vandalismo, dado o nome Percy Geraldo Bolsonaro em homenagem ao pai do atual presidente da República”, justifica-se a diretora.

    O colégio foi inaugurado em dezembro de 2018, com a presença do recém-eleito presidente Jair Bolsonaro.

    Percy morreu em 1995 e foi escolhido para batizar a escola por decisão do prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB) — que é alinhado a Jair Bolsonaro e cotado para disputar o Senado nas eleições de 2022.

    A CNN procurou a PM e aguarda retorno sobre o possível reforço do policiamento no local.