Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia Civil investiga bomba arremessada em ônibus no Rio de Janeiro

    Duas pessoas seguem internadas; responsáveis ainda não foram identificados

    Naira ZiteiVinícius BernardesLeonardo Rodriguesda CNN

    São Paulo

    Na noite de quarta-feira (27), criminosos arremessaram um explosivo dentro de um ônibus e feriram três passageiros na avenida Brasil, uma das principais do Rio de Janeiro.

    Os responsáveis ainda não foram identificados, mas a Inteligência da Polícia Civil instaurou um inquérito para isso. O motorista e testemunhas já foram ouvidos, e o veículo, periciado.

    Além disso, agentes buscam imagens de câmeras de segurança nos arredores, na esperança de que elas possam ter captado imagens que contribuam com a investigação.

    Situação dos feridos

    Conforme a Secretaria Municipal da Saúde do Rio de Janeiro, dois dos três feridos no episódio seguem internados no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo:

    • Eduardo Vieira Pontes, de 61 anos, tem quadro estável;
    • Luis Silva, de 65 anos, tem quadro estável

    Já Elaine Ivo, de 35 anos, recebeu alta.

     

    O que sabemos sobre o crime

    • A ação ocorreu antes das 21h38, quando o Corpo de Bombeiros foi acionado;
    • A Polícia Militar considera que houve uma tentativa de atear fogo no coletivo, que circulava à altura da comunidade Joana D’Arc;
    • Segundo a PM, a bomba usada era de fabricação caseira;
    • No ato, as janelas do ônibus quebraram, momento em que os passageiros foram feridos;
    • Agora, a Polícia Civil investiga.