Polícia Federal investiga grupo que fraudava contas bancárias de prefeituras

De acordo com as apurações, o grupo teria causado prejuízos superiores a R$ 18 milhões

Foto: Divulgação/PF

Vianey Bentes, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia
A Polícia Federal cumpre nesta quarta-feira (16), no Distrito Federal e nos estados de Goiás, Pará, São Paulo, Maranhão e Bahia, 28 mandados, sendo 11 de prisão  e 17 de busca e apreensão.

A PF busca uma organização criminosa que praticava fraudes eletrônicas. Prefeituras estavam entre os alvos da quadrilha que desviava dinheiro das contas em agências da Caixa Econômica.

Segundo as investigações, a organização criminosa tinha no grupo hackers, funcionários de operadoras de telefonia e várias pessoas espalhadas pelo país.

Leia e assista também

PF realiza operação em Salvador contra fraude na Previdência Social

Polícia Civil desarticula grupo ligado a acusados da Lava Jato

PF realiza operação em 14 estados contra fraudes no Auxílio Emergencial

As fraudes causaram atraso dos salários de servidores até a falta de pagamento de fornecedores, já que o dinheiro foi todo retirado das contas bancárias dos municípios, 

Ainda de acordo com as apurações, o grupo teria causado prejuízos superiores a R$ 18 milhões. Em duas prefeituras do Mato Grosso (Pontes e Lacerda), o desvio foi de R$ 2 milhões.

Os investigados podem ser indiciados pela prática dos crimes de invasão de dispositivo informático mediante fraude e furto qualificado.

Mais Recentes da CNN