Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia mata chefe de facção apontado como mandante de ataques no RN

    José Wilson da Silva Filho foi localizado na Paraíba nesta quarta-feira (15); até o momento, 30 suspeitos foram presos

    Da CNN

    A Polícia Civil da Paraíba localizou, nesta quarta-feira (15), José Wilson da Silva Filho, conhecido como “Argentino”, apontado como mandante dos ataques criminosos no Rio Grande do Norte no início da semana.

    Segundo a polícia, o homem de 29 anos estava escondido em João Pessoa e reagiu à prisão. Ele morreu durante confronto com os agentes.

    Ainda de acordo com a polícia, José Wilson da Silva Filho era o chefe da maior facção criminosa do Rio Grande do Norte.

    Até o momento, foram presos 30 suspeitos – entre eles, três foragidos da Justiça. A polícia apreendeu também sete armas de fogo, 30 artefatos explosivos, sete veículos e outros itens, como dinheiro, drogas, munições e galões de gasolina.

    Governo envia mais 90 agentes da Força Nacional para o RN

    O governo federal vai enviar, nesta quarta-feira, mais 90 agentes de segurança da Força Nacional ao Rio Grande do Norte.

    O reforço também deve contar com 30 viaturas que devem auxiliar no combate aos ataques criminosos registrados no estado.

    Os militares sairão da Base Aérea de Brasília em avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

    O grupo se juntará aos outros 100 agentes que foram enviados na última terça-feira (14), em duas aeronaves. Um dos focos de apoio é o serviço da Penitenciária Federal em Mossoró.

    O secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, braço direito do ministro Flávio Dino, adiantou a medida.

    “O Ministério da Justiça vai enviar mais 90 agentes de segurança e 30 viaturas para o Rio Grande do Norte. Já embarcaram dois aviões da FAB com 100 homens. Um que saiu às 20h e outro que sairá 22h”, detalhou Cappelli ontem à noite, durante evento da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Judiciária (ADPJ).

    O discurso de Cappelli segue a linha do secretário Nacional de Segurança Pública, Tadeu Alencar, que afirmou que o governo federal está em constante apoio ao estado com aparato federal.

    Os primeiros agentes da Força Nacional chegaram ao Rio Grande do Norte na madrugada desta quarta.

    A governadora Fátima Bezerra (PT), que estava em agenda em Brasília, desembarcou junto com a tropa no avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

    Transferência de preso

    Policiais penais federais realizaram, ainda na noite de terça-feira (14), a transferência de um preso da penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, para um presídio federal. A penitenciária, porém, não foi revelada.

    Segundo a Secretaria Nacional de Políticas Penais, o preso transferido é acusado de envolvimento em um grupo criminoso suspeito de liderar crimes de homicídio, tráficos de drogas e ataques aos patrimônios públicos e privados.

    O ministro da Justiça, Flávio Dino, disse à CNN Brasil que novas transferências poderão ser realizadas hoje e que não exclui a possibilidade ele próprio viajar nesta quarta-feira a Natal para acompanhar o trabalho da Força Nacional.

    (Publicado por Lucas Schroeder, com informações de Carolina Figueiredo, da CNN, em São Paulo)