Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Policiais militares são presos por suspeita de execução em São Paulo

    Vídeo feito por testemunha mostra agentes atirando em dois homens em um carro parado

    Anne Barbosa, da CNN, em São Paulo

    Os policiais militares André Chaves da Silva e Danilton Silveira da Silva foram presos suspeitos de executarem dois jovens em São Paulo. O caso aconteceu na última quarta-feira (9).

    Os jovens foram perseguidos por suspeita de um assalto em Santo Amaro, na zona sul da capital paulista. Um vídeo gravado por uma testemunha mostra o momento que os disparos contra a dupla, que estava dentro de um carro parado, foram efetuados pelos policiais.

    O registro mostra os PMs atirando pelo menos 12 vezes em um intervalo de sete segundos, mas as investigações apontam que eles dispararam pelo menos 30 tiros.

    O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e a Corregedoria da PM continuam investigando o caso. O Ministério Público também acompanha o processo.

    A Secretaria de Segurança Pública (SSP) disse, em nota, que a Polícia Militar não compactua com desvios de comportamento e se mantém diligente em relação às denúncias e indícios de transgressões ou crimes cometidos por agentes.  

    A defesa de André Chaves da Silva, procurada pela CNN, afirmou que a prisão foi extremamente precipitada e desnecessária. Já a de Danilton Silveira da Silva disse que não existem elementos processuais para que a prisão seja mantida.

    Carros da Polícia Militar de São Paulo
    Carros da Polícia Militar de São Paulo
    Foto: Divulgação – 16.jan.2017/Governo do Estado de São Paulo