Posse no STF, promulgação da PEC dos Precatórios e mais da noite de 16 de dezembro

5 Fatos Noite, apresentado por Carol Nogueira, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Isabela Filardida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A posse do ex-ministro da Justiça André Mendonça como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e a promulgação da segunda parte da PEC dos Precatórios estão entre os destaques da noite desta quinta-feira,16 de dezembro de 2021.

Posse de André Mendonça

O ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União André Mendonça tomou posse, na tarde desta quinta-feira (16), como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). A cerimônia contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (PL), que indicou Mendonça para o cargo, dos presidentes da Câmara e do Senado, e de outros ministros da Corte.

Promulgação da PEC dos Precatórios

O Congresso Nacional promulgou a segunda parte da PEC dos Precatórios nesta quinta-feira (16). A proposta estabelece o pagamento de dívidas da União na Justiça e é a principal estratégia para bancar o programa social Auxílio Brasil no ano que vem.

Emendas de relator

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria no plenário virtual para manter a liberação das emendas de relator. A execução foi autorizada pela ministra Rosa Weber, que tinha suspendido os repasses anteriormente.

Prisão de Roberto Jefferson

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou que o ex-deputado federal Roberto Jefferson continue preso preventivamente para a garantia da ordem pública e da instrução criminal. O ex-parlamentar está detido desde agosto, acusado de atuar em milícias digitais.

Jornalistas presos

O número de jornalistas presos cresceu 20% neste ano, na comparação com o ano passado. Segundo a ONG Repórteres Sem Fronteiras, 488 jornalistas e colaboradores de veículos de comunicação estão presos. É o maior número já registrado pela organização, que faz o levantamento desde 1995.

Nas redes

Nas redes sociais está em destaque que, segundo levantamento, o preço da gasolina deve cair 5,94% no primeiro trimestre de 2022.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN