Pré-candidatos do PSDB debatem na CNN, 3ª dose de vacina em SP e mais de 18 de novembro

Confira o '5 Fatos Manhã', com as principais notícias do dia

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O debate dos pré-candidatos do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) promovido pela CNN, o percentual de vacinados contra Covid-19 no Brasil, que ultrapassa os Estados Unidos, e a ampliação da terceira dose na capital paulista são alguns dos destaques da manhã desta quinta-feira (18).

CNN eleições 2022

A CNN promoveu um debate entre os pré-candidatos do PSDB à presidência da república. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, afirmou que vai seguir no partido mesmo que não seja escolhido candidato. O governador de São Paulo, João Doria, disse que aceitaria compor uma candidatura de terceira via, que não esteja ligada ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e nem ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Já o ex-prefeito de Manaus e ex-Senador, Arthur Virgílio, descartou a possibilidade de a prévia rachar o PSDB.

Vacinação

O Brasil ultrapassou os Estados Unidos no percentual da população completamente vacinada contra a Covid-19, segundo dados levantados pela agência CNN. Ao todo, 59,06% dos brasileiros estão com a imunização completa, contra 58,9% dos americanos.

3ª dose

A cidade de São Paulo começa nesta quinta-feira (18) a aplicar a dose de reforço na população maior de 18 anos. Segundo levantamento da CNN, outras sete capitais já começaram a vacinar com a dose de reforço: Porto Alegre, Goiânia, Campo Grande, Maceió, São Luís, Belém e Palmas.

Censo 2022

O Ministério Público Federal instaurou uma investigação preliminar para apurar a suspeita de que as perguntas para identificação da comunidade LGBTQIA+ tenham sido excluídas do Censo 2022. Os campos “identificação de gênero” e “orientação sexual” não teriam sido incluídos no levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Inep

De acordo com apuração do analista da CNN, Caio Junqueira, o Congresso Nacional vai montar uma comissão mista de deputados e senadores para apurar os pedidos de demissão em massa de funcionários do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os servidores exonerados serão chamados para prestar depoimentos, assim como o ministro da Controladoria-geral da União, Wagner Rosário.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN