Prefeitura do Rio monitora internet para interditar festas clandestinas

Capital fluminense proibiu desfiles de agremiações e blocos carnavalescos durante os dias de Carnaval

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A prefeitura do Rio de Janeiro vai monitorar eventos online e sites que vendem ingressos para coibir possíveis festas e bailes clandestinos que estejam marcados para os dias de Carnaval. Na semana passada, um decreto municipal proibiu, entre os dias 12 e 22 de fevereiro, a realização de desfiles de agremiações e blocos carnavalescos

Além do monitoramento em sites, a prefeitura também apura, via redes sociais, a possibilidade de aglomerações e saídas espontâneas de blocos de rua. O desrespeito às regras pode ser enquadrado como crime contra a saúde pública.

Prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), pediu, ao divulgar as novas regras para o Carnaval, que as pessoas não sejam “otárias” gastando dinheiro comprando ingressos para algo que não vai acontecer.

“Não comprem ingressos porque vocês têm uma enorme possibilidade de perder dinheiro que vão gastar. Essas festas não vão acontecer. Nós estamos monitorando as redes sociais, esses sites conhecidos de venda de ingressos de festas. Nós não vamos permitir que essas festas aconteçam. Desculpe a expressão chula, não sejam otários para dar dinheiro a quem não vai entregar o produto que tá vendendo”, disse o prefeito.

Aglomeração em bloco de Carnaval no Rio de Janeiro. Imagem de arquivo de 28 de f
Aglomeração em bloco de Carnaval no Rio de Janeiro. Imagem de arquivo de 28 de fevereiro de 2020
Foto: Saulo Angelo/Thenews2/Estadão Conteúdo

RJ se prepara para receber turistas

Apesar das proibições de festas e blocos de rua, a cidade do Rio de Janeiro se prepara para o aumento de visitantes a partir deste fim de semana.

Secretário municipal de Turismo, Cristiano Beraldo disse, em entrevista à CNN, que a capital fluminense aproveitou a experiência obtida com o Réveillon para incrementar as normas de fiscalização e coibir aglomerações.

“O Rio continua atraindo um número significativo de turistas e isso faz com que a gente tenha que tomar medidas efetivas para que os hotéis, bares e restaurantes possam receber essas pessoas de forma segura”, afirmou.

Segundo Beraldo, a Secretaria de Ordem Pública, em conjunto com o Batalhão de Polícia Militar, estará nas ruas nos dias de Carnaval para evitar a saída de blocos e festas clandestinas. A recomendação, de acordo com o secretário, é que os turistas aproveitem as atividades ao ar livre.

“Sabemos que as pessoas estão em clima de descanso e lazer. O Rio oferece inúmeras atrações ao ar livre. As pessoas poderão frequentar esses ambientes desde que respeitem as regras de distanciamento e de uso de máscara”, afirmou.

 

(Publicado por Sinara Peixoto)

 

Mais Recentes da CNN