Prefeitura do Rio retoma vacinação de garis nesta quinta-feira (24)

Aplicação da primeira dose nos profissionais da limpeza urbana teve início no dia 26 de abril, mas estava suspensa por determinação do STF

Prefeitura do Rio voltou a vacinar garis contra Covid-19
Prefeitura do Rio voltou a vacinar garis contra Covid-19 Foto: Fábio Motta - 26.abr.2021/Prefeitura do Rio

Mylena Guedes*, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Todos os garis da cidade do Rio de Janeiro podem ser vacinados contra a Covid-19 a partir desta quinta-feira (24), nos 280 postos de saúde espalhados pela capital.

Os profissionais da limpeza urbana podem receber a primeira dose do imunizante até este sábado (26), de acordo com o calendário da prefeitura, que organizou o “mutirão” de três dias para a vacinação desses trabalhadores.    

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) disse à CNN que conta com 13.945 garis. Segundo a empresa, parte dos profissionais segue afastada por pertencer ao grupo de risco para a doença e aguarda o prazo para a segunda dose da vacina.  

Para receberam as doses, os funcionários da Comlurb a partir dos 18 anos devem estar na ativa e apresentar o último contracheque, para comprovar a profissão e o local de trabalho. Também são aceitas declarações assinadas pela Companhia de Limpeza.

A aplicação da primeira dose nos profissionais da limpeza teve início no dia 26 de abril na cidade. No entanto, no dia 7 de maio a vacinação para o grupo foi interrompida por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro Ricardo Lewandoswki, do STF, suspendeu a decisão do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) que autorizava a prioridade para a categoria, e também para professores e profissionais da segurança.  

Nesta quinta-feira, continua a vacinação por idade na capital carioca. Será a vez das mulheres com 48 anos e gestantes ou puérperas maiores de idade. O objetivo da prefeitura é terminar o mês de junho com todas as pessoas de 47 anos ou mais vacinadas com a primeira dose. 

(*Sob supervisão de Helena Vieira)

Mais Recentes da CNN