Protesto pacífico na Avenida Paulista pede fim do racismo no Brasil

Ato em São Paulo foi convocado pela Coalizão Negra Por Direitos, no aniversário de 133 anos da abolição da escravatura no país

Itamar Afonso, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Na data que marca os 133 anos da abolição da escravatura no país, manifestantes realizaram um ato pacífico na Avenida Paulista, na região central de São Paulo, nesta quinta-feira (13), em uma mobilização organizada pela Coalizão Negra Por Direitos para pedir o fim do racismo.

A manifestação pacífica também reivindicou o fim de chacinas e do genocídio negro, além da construção de um controle social da atividade policial.

No total, foram mobilizadas 28 manifestações ao redor do Brasil. A expectativa do movimento era de reunir 200 mil pessoas em todo o país.

“Nós, negras e negros brasileiros em Coalizão Negra por Direitos, denunciamos ao mundo que vivemos em um país no qual amanhã poderemos estar mortos, pelo fato de sermos negros. Seja pelo coronavírus, seja pela fome, seja pela bala, o projeto político e histórico de genocídio negro avança no Brasil de uma forma sem limites e sem possibilidade concreta de sobrevivência do povo negro”, diz texto do manifesto divulgado pela coalizão.

O documento também destaca as mortes no Jacarezinho, no Rio de Janeiro, o crescimento da pobreza e desemprego no país e a falta de vacinas no Brasil. 

Manifestantes protestaram na Avenida Paulista pedindo o fim do racismo
Manifestantes protestaram na Avenida Paulista pedindo o fim do racismo (13.mai.2021)
Foto: Reprodução / CNN

*Com informações da Agência Brasil

Mais Recentes da CNN