Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Quem é o médico encontrado morto e amarrado dentro da própria casa na Grande SP

    Aurélio Tadeu de Abreu tinha 48 anos; corpo foi localizado na sala da residência

    Quem é o médico morto na própria casa na Grande São Paulo
    Quem é o médico morto na própria casa na Grande São Paulo Reprodução/ Redes Sociais

    Duda Cambraiada CNN

    Em São Paulo

    O médico Aurélio Tadeu de Abreu foi morto na sala da própria casa na última quinta-feira (18), em São Bernardo do Campo (SP), no ABC Paulista. Nascido em 20 de maio de 1975, ele foi morto aos 48 anos.

    Aurélio foi candidato a vereador na mesma cidade, em 2020, pelo Partido Verde, mas não se elegeu. Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), essa foi a única candidatura do médico.

    Nas informações pessoais declaradas ao TSE, consta que Aurélio é divorciado e tem ensino superior completo. Na lista de bens declarados naquela eleição está um Fiat Palio no valor de R$ 22 mil. Ao todo, ele gastou R$ 1.400 na campanha. Ele recebeu somente nove votos.

    Segundo o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CRM-SP), Aurélio não possui especialidade registrada. No Instagram, o médico se dizia “MED Clínico/ Cirurgias”. Ele publicava conteúdos relacionados a procedimentos estéticos, como o uso de toxina botulínica e lipocavitação para perda de gorduras.

    Como foi o caso

    Às 20h28 uma mulher desce do banco de carona de um carro preto e vai em direção à casa do médico. Ela entra na residência cerca de um minuto depois. A placa do veículo está adulterada, de maneira que não confere com o registro do automóvel no Detran.

    Mulher saindo do banco de carona e chegando na residência
    Mulher entrando na casa do médico

    Às 20h45, Aurélio e a mulher saem da garagem andando. O médico retira o carro, o Fiat Stilo, e os dois deixam o local no veículo por volta de 20h47.

    Aurélio e a mulher deixam a casa juntos

    Às 21h07, o carro volta para a residência, com o médico e a mulher no veículo. Aurélio desce do carro, abre o portão da garagem e estaciona às 21h09.

    Aurélio e a mulher voltam para a casa minutos depois

    Às 21h23 as câmeras mostram dois homens chegando na residência do médico. Eles ficam na porta até pelo menos 21h30.

    Dois homens chegam na casa do médico

    Duas horas depois, às 23h13, um dos homens sai da casa a pé com a mulher. O outro homem saí da residência no carro do médico, leva cerca de um minuto para conseguir manobrar o veículo, bate no portão da garagem e deixa o local perto das 23h15.

    Um dos homens e a mulher deixam o local a pé
    O segundo homem deixa o local no carro do médico