Reações ao discurso de Bolsonaro, alta do dólar e mais da noite de 8 de setembro

5 Fatos Noite repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A reação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, ao discurso de Jair Bolsonaro (sem partido) no 7 de setembro, pronunciamento de Arthur Lira, alta do dólar, tentativa de invasão do Ministério da Saúde por manifestantes e mais acontecimentos desta quarta-feira, 8 de setembro.

Reverberação do 7 de setembro

O presidente do STF, ministro Luiz Fux, disse que qualquer chefe de poder que descumprir decisões judiciais estará cometendo crime de responsabilidade. Em manifestações convocadas pelo governo para o feriado da Independência, o presidente Jair Bolsonaro chegou a afirmar que não cumprirá mais determinações que partam do ministro Alexandre de Moraes. Fux ainda afirmou que ninguém fechará a corte.

Arthur Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, também falou sobre as manifestações. Ele disse que a Constituição jamais será rasgada e que a Câmara é o motor de pacificação entre o Planalto e o STF.

Alta do dólar

Os atos de 7 de setembro também repercutiram no mercado financeiro. O Ibovespa teve a maior queda diária em seis meses, de quase 4%, e o dólar teve a maior alta diária desde junho de 2020. A moeda norte-americana fechou cotada a R$ 5,32.

Invasão bolsonarista

Manifestantes bolsonaristas tentaram invadir o Ministério da Saúde ao perseguirem um servidor da pasta e cinegrafistas de duas emissoras de televisão. A polícia chegou a ser acionada mas, quando chegou, a situação já havia sido resolvida.

Caminhoneiros

Caminhoneiros bloqueiam parcialmente rodovias em diferentes estados do país. A Polícia Rodoviária Federal disse que monitora todos os pontos para garantir o fluxo.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN