Relatório da CPI da Pandemia, Brasil na Otan e mais notícias de 15 de outubro

Confira o '5 Fatos Manhã', com as principais notícias do dia

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O relatório da CPI da Pandemia e a carta pedindo que o apoio ao status do Brasil de parceiro global da Otan seja retirado são alguns dos destaques da manhã desta sexta-feira, 15 de outubro de 2021.

Fake news

O presidente Jair Bolsonaro apresentou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um pedido para que haja novos depoimentos nas ações que pedem que a chapa encabeçada por ele e pelo vice Hamilton Mourão seja cassada pela Corte devido à disseminação de fake news sobre a confiabilidade das urnas eletrônicas.

Absorventes

O presidente Bolsonaro disse que torce para que o Congresso derrube o veto que ele mesmo deu ao projeto que determina a distribuição de absorventes a mulheres e jovens em situação de vulnerabilidade. Bolsonaro alega que dessa forma o governo terá que mobilizar recursos para executar o programa.

CPI da Pandemia

A minuta do relatório da CPI da Pandemia foi entregue ao relator da comissão Renan Calheiros. O texto organizado por técnicos tem mais de 1.200 páginas e foi dividido em dois volumes encadernados pelo Senado. A apuração é da analista de política da CNN Basília Rodrigues.

André Mendonça

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra, apresentou um requerimento ao presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, a favor da sabatina do ex-advogado-geral da União André Mendonça, indicado a uma vaga para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Estados Unidos

Uma carta elaborada por 63 deputados democratas foi enviada à Casa Branca pedindo que seja retirado o apoio ao status do Brasil de parceiro global da Organização do Tratado do Atlântico Norte, a Otan. As informações são do analista de internacional da CNN Lourival Sant’anna. O argumento é de que o governo de Jair Bolsonaro é uma ameaça à democracia.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.

Mais Recentes da CNN