Relatório da CPI da Pandemia já supera mais de 1.200 páginas

CNN Brasil registrou dois volumes encadernados para serem apresentados na Comissão Parlamentar de Inquérito

Minuta do relatório da CPI da Pandemia foi entregue ao relator da comissão
Minuta do relatório da CPI da Pandemia foi entregue ao relator da comissão Basilia Rodrigues/CNN

Basília Rodrigues

Ouvir notícia

A minuta do relatório da CPI da Pandemia foi entregue ao relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), nesta quinta-feira (14). O texto organizado por técnicos tem mais de 1.200 páginas e foi dividido em dois volumes encadernados pelo Senado, em capa azul. A CNN registrou em fotos a capa desses textos, no momento em que foram concluídos.

Diante do tamanho do relatório, Calheiros não pretende ler tudo, deve focar em três capítulos finais, que incluem as conclusões das investigações e a lista de crimes que serão imputados aos acusados.

Calheiros tem sido procurado por senadores, juristas e entidades com sugestões. Nesta sexta-feira, a cúpula da CPI vai se reunir em torno do texto. Cópias da versão final do relatório vão ser entregues em papel e, também, digitalmente aos parlamentares da comissão e aos não-membros mais ativos, até terça-feira (19), quando o texto será apresentado por Calheiros à comissão.

Entre as sugestões finais, faltam algumas contribuições, como as da bancada feminina.

Mais Recentes da CNN