Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Réveillon do Rio de Janeiro terá comemorações descentralizadas, detalha secretário

    Secretário municipal de Ordem Pública, Brenno Carnevale, explicou que, para tentar diminuir aglomerações, vários pontos da cidade terão queima de fogos na virada

    Camille CoutoLéo Lopesda CNN

    no Rio de Janeiro e em São Paulo

    Ouvir notícia

    Nesta quinta-feira (23), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), deu detalhes de como será a organização da festa de Réveillon na capital carioca.

    Após decidir que não mudaria os planos apesar da confirmação de caso da variante Ômicron na cidade, a prefeitura anunciou que conseguiu patrocínio para a comemoração.

    Na coletiva de quinta, Paes também reafirmou que esforços do município para a organização do evento serão feitos a fim de evitar a formação de aglomerações.

    Em entrevista à CNN, o secretário municipal de Ordem Pública do Rio de Janeiro, Brenno Carnevale, detalhou que a virada carioca será organizada com a descentralização das comemorações.

    “Copacabana vai contar com a queima de fogos, mas outros pontos também terão queima de fogos. Teremos fogos na zona Sul, Leste, Norte da cidade. Isso vai fazer com que as pessoas tenham pontos de comemoração próximos às suas residências”, disse.

    O secretário também informa que o transporte público também não funcionará em horário especial para não incentivar a concentração de pessoas em Copacabana.

    Além disso, a entrada e circulação de veículos fretados serão proibidas a partir de 00h do dia 30 de dezembro.

    Veja o vídeo da entrevista completa ao CNN Novo Dia no topo da página.

    Mais Recentes da CNN