Rio tem até amanhã para dar garantias e permanecer em recuperação fiscal

Acordo foi firmado em setembro de 2017 e vale até cinco de setembro deste ano, mas pode ser rescindido antes

Governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC)
Governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC) Foto: CNN (26.mai.2020)

Stéfano Salles

Da CNN, no Rio

Ouvir notícia

O governo do estado do Rio de Janeiro tem até 1º de julho para apresentar as compensações financeiras necessárias para manutenção do estado no Regime de Recuperação Fiscal.

O acordo foi firmado em setembro de 2017 e vale até cinco de setembro deste ano, mas pode ser rescindido antes caso o estado não comprove condições de arcar com quase os R$ 600 milhões necessários, provenientes de 25 violações dos termos do programa.

Leia também:
PF faz operação no Rio de Janeiro e apura irregularidades na Petrobras

Em 15 de junho, o estado apresentou compensações de R$ 1,7 bilhão, quase três vezes o valor exigido, distribuídos em quatro medidas. No entanto, apenas R$ 568 milhões foram avaliados como dentro dos padrões estabelecidos pelo Conselho de Supervisão do Regime de Recuperação Fiscal. 

Mais Recentes da CNN