Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    RJ: mulher morta em tiroteio na Linha Amarela era mãe de bebê de 7 meses

    Idoso, de 64 anos, também foi morto após ser atingido por um tiro dentro de um õnibus

    Deborah Vilas Boas, de 27 anos, morta durante tiroteio na zona norte do Rio
    Deborah Vilas Boas, de 27 anos, morta durante tiroteio na zona norte do Rio Reprodução/Instagram

    Bruno LaforéCleber Rodriguesda CNN

    Um tiroteio entre policiais militares e assaltantes deixou duas vítimas mortas, na manhã desta terça-feira (18), em um trecho da Linha Amarela, na zona norte do Rio de Janeiro. As vítimas foram identificadas como Deborah Vilas Boas Pires da Silva, de 27 anos, e José Carlos da Silva Miranda, de 64 anos.

    Deborah foi atingida por um disparo enquanto esperava em um ponto de ônibus nas proximidades. A bala acertou a nuca da vítima, que morreu ainda no local, segundo o Corpo de Bombeiros.

    Deborah deixa o marido e uma filha de 7 meses. Nas redes sociais, ela costumava publicar sobre o desenvolvimento da bebê. No dia 13 de maio, quando a criança completou 6 meses, a mãe chegou a escrever: “Quando dizem que o tempo voa, acredite!! Peço todos os dias para que o tempo ande bem devagarinho para que a mamãe e o papai possam curtir muito essa fase de descobertas”.

    A vítima era engenheira de produção, formada em 2022 pela Universidade Candido Mendes, no Rio de Janeiro.

    Já a segunda vítima, José Carlos da Silva Miranda, estava dentro de um ônibus quando foi baleado. A mochila da vítima foi recolhida pelos policiais com manchas de sangue.

    O caso

    Duas pessoas que passavam pela Linha Amarela, via expressa localizada na zona norte do Rio de Janeiro, morreram após serem atingidas por disparos de arma de fogo durante um tiroteio entre policiais militares e assaltantes na manhã desta terça-feira (18).

    De acordo com a polícia civil, os militares presenciaram um roubo de motocicleta em frente a um ponto de ônibus, nas proximidades da saída 7 da Linha Amarela.

    Os agentes abordaram os assaltantes, que teriam tentado fugir, disparando contra os PMs.

    Na ocasião, as duas vítimas, que não estavam envolvidas na ocorrência, foram atingidas. Os Bombeiros foram acionados e constataram os óbitos no local.

    Um dos criminosos foi capturado pela polícia após também ter sido baleado. Ele foi transportado ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. O outro suspeito conseguiu escapar.

    Duas pistolas foram apreendidas na ação.

    O caso foi relatado à 21ª Delegacia de Polícia, em Bonsucesso, que comunicou a ocorrência à Delegacia de Homicídios.