Saiba como ajudar as vítimas das chuvas em Petrópolis (RJ)

Diversas iniciativas de arrecadação de doações foram lançadas para ajudar as famílias afetadas pelos temporais que deixaram ao menos 120 mortos

Léo LopesIsabelle SalemeNathalia TeixeiraLudmila Candalda CNN

em São Paulo e no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Ao menos 120 pessoas foram mortas pelos impactos das fortes chuvas que atingiram o município fluminense de Petrópolis, desde terça-feira (15).

O estrago provocado pelas enchentes fez cerca de 850 pessoas abandonarem suas casas para se abrigar em 19 locais de apoio – montados às pressas em escolas locais da rede pública.

Diante desta situação, diversas iniciativas surgiram para arrecadar doações para as famílias afetadas.

Veja abaixo algumas das ações de apoio e as formas de ajudar:

Santuário do Cristo Redentor e a Paróquia São José da Lagoa (RJ e virtual)

O Santuário do Cristo Redentor e a Paróquia São José da Lagoa, já contabilizaram 2.706,3 quilos de alimentos, 11.534 litros de água e 3.415 produtos de higiene. Os donativos foram distribuídos para as vítimas, além de água, roupas e itens de higiene pessoal e limpeza.

Em publicação no Instagram, a Paróquia destacou que estão precisando de voluntários para ajudar na separação dos materiais. Os materiais com maior necessidade de doação são descartáveis, talheres, copo, prato, embalagem de quentinha, vela (muitas comunidades estão sem luz) e fósforo.

A campanha está recebendo as doações presencialmente no Rio de Janeiro, no endereço da Paróquia – Avenida Borges de Medeiros, 2735, Lagoa. Àqueles que não puderem doar presencialmente, há a possibilidade de colaboração em dinheiro virtualmente no site cristoredentor.euquerodoar.com.br. Os valores doados serão revertidos em doações

Voz das Comunidades (virtual)

A ONG e jornal comunitário carioca Voz das Comunidades organizou a campanha “SOS Petrópolis” e está arrecadando doações para oferecer auxílio para a população afetada pelas chuvas.

“As contribuições são destinadas e disponibilizadas por meio de assistências para famílias de comunidades afetadas por desastres e demais circunstâncias”, explica a organização.

A ONG também levará para Petrópolis sua iniciativa “#PratoDasComunidades”, que doa refeições e fortalece cozinhas comunitárias em diferentes partes do Brasil. “A cada R$ 6 doados, a gente consegue montar uma refeição”, explica no Twitter a coordenadora da Voz, Melissa Cannabrava.

As doações podem ser feitas via PIX para o CNPJ 21.317.767/0001-19, via PayPal para o e-mail contato@vozdascomunidades.com.br ou via depósito bancário. Os dados da conta são Caixa Econômica Federal, agência 0198, conta 25173-9, operação 013, ONG VOZ DAS COMUNIDADES, e o mesmo CNPJ.

Cruz Vermelha São Paulo (SP e virtual)

A Cruz Vermelha São Paulo também está arrecadando doações de produtos de higiene (sabonete, escova dental, creme dental, absorvente higiênico e papel higiênico), de limpeza,  EPI’s e alimentos não perecíveis para a população afetada.

Os interessados em colaborar podem fazer as doações presencialmente na sede da organização em São Paulo – Avenida Moreira Guimarães, 699, Indianópolis. O local tem um posto de coleta aberto 24 horas por dia, todos os dias da semana.

“Quem optar por doações em dinheiro pode usar o PIX sospetropolis@cruzvermelhasp.org.br e contribuir com qualquer valor. O montante arrecadado será usado para apoiar as ações da instituição e ajudar as demandas recebidas pelas equipes na gestão do desastre”, informa a Cruz Vermelha.

ONG Ação da Cidadania e Flamengo (RJ e virtual)

A ONG Ação da Cidadania já distribuiu, na cidade de Petrópolis, cerca de cinco toneladas de alimentos e mil refeições prontas para as vítimas das chuvas.

A campanha “SOS Enchentes” indica que há necessidade urgente de água mineral, alimentos não-perecíveis, roupas de cama, roupas infantis e de adultos, material de limpeza, itens de higiene pessoal, máscaras de proteção e álcool em gel.

As doações podem ser feitas presencialmente no Rio de Janeiro, no galpão da ONG, na Rua da Gamboa, 246, Gamboa. Há também possibilidade de doar no Flamengo, que apoia a campanha, na Avenida Borges de Medeiros, 997, Entrada da Lagoa. Ou no Maracanãzinho, na rua Prof. Eurico Rabêlo, no portão 6.

Aqueles que querem ajudar virtualmente podem fazer via PIX para o e-mail sosenchentes@acaodacidadania.org.br ou o CNPJ 00,346,076/0001-73. Há também possibilidade de depósito em conta bancária: Banco do Brasil, Agência 1211-4, Conta Corrente 500.537-X ou Itaú, Agência 0417, Conta 65638-6.

ONG SOS Serra (RJ e virtual)

A organização SOS Serra foi fundada em abril de 2021 por petropolitanos para ajudar famílias em necessidade. A organização está com pontos de coleta de doações no Rio de Janeiro e em Petrópolis, além da possibilidade via PIX.

Os doadores podem ir diariamente até às 20h na Arena InterFut na capital carioca, no endereço rua Sylvio de Rocha Pollis, 431, ou em Ipanema, na rua Prudente de Morais, 1464. Em Petrópolis, os donativos são coletados principalmente no galpão na rua Dr. Paulo Hervê, 1119, aos finais de semana, entre 08h e 18h.

Há também possibilidade de doação no Shopping Itaipava, Arteiro Plantas e Jardins, Clube Campestre Nogueira e Colégio Pensi, em Petrópolis.

O PIX para envio de doações está em nome de “Associação SOS Serra” no telefone (24) 99303-8885. Doações internacionais podem ser feitas através deste link.

Nas primeiras 16 horas de campanha, a SOS Terras conseguiu arrecadas R$ 560 mil, que serão direcionados conforme orientação dos órgãos públicos.

Em entrevista à CNN nesta sexta (18), a fundadora da SOS Serra, Gisela Simas, disse que a organização conta com 40 voluntários que estão tentando com motos e carros especiais chegar nos locais de mais difícil acesso.

“Há um projeto a longo prazo muito grande. Precisamos ter muito cuidado para administrar com esse dinheiro. Estamos com planejamento muito sério do médio e longo prazo. São reconstruções, o aluguel social que era subsidiado pela Prefeitura”, exemplificou.

“A longo prazo a gente quer ajudar nessa reconstrução. Eu tenho muita fé que, com esse movimento todo na internet, a gente vai conseguir”, concluiu.

Shoppings do Rio de Janeiro (RJ)

Alguns shoppings do Rio de Janeiro estão com terminais de recolhimento de doações.

Ao todo, são 14 estabelecimentos: Bangu Shopping (Bangu), Carioca Shopping (Vicente de Carvalho), Caxias Shopping (Duque de Caxias), Passeio Shopping (Campo Grande), Pátio Alcântara (Alcântara), Santa Cruz Shopping (Santa Cruz), Shopping Grande Rio (São João de Meriti), Shopping Leblon (Leblon), São Gonçalo Shopping (São Gonçalo), Via Parque Shopping (Barra da Tijuca), Recreio Shopping (Recreio), Shopping Tijuca (Tijuca), Norte Shopping e Plaza Shopping.

Prefeitura do Rio de Janeiro (RJ)

A prefeitura da capital carioca abriu 10 pontos de coleta de doações na cidade do Rio de Janeiro. Os itens de maior necessidade são água, material de limpeza e higiene pessoal.

As doações são recolhidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social, das 08h às 17h, nos endereços abaixo.

Outros locais para doação presencial no Rio (RJ)

O governo estadual do Rio de Janeiro orientou que todas as unidades da Rede Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica) funcionem como pontos de arrecadação para doações.

Em parceria com a Câmara Municipal de Petrópolis, a Câmara Municipal do Rio de Janeiro funciona como um ponto de recebimento de donativos para as vítimas das chuvas. Desde quarta (16), ), o saguão do Palácio Pedro Ernesto, na Cinelândia, esta aberto para recebimento de alimentos não perecíveis, água potável, itens de limpeza, de higiene pessoal, máscaras e álcool em gel.

Além disso, o posto da PF (Polícia Federal) em Petrópolis, a delegacia da PF em Nova Iguaçu, a Superintendência da PF no Rio de Janeiro e os postos da PF no Santos Dumont, Rio Sul, Leblon e Vila Parque também recebem doações.

As unidades da Polícia Militar do Rio de Janeiro também estão disponíveis para recebimento de donativos. A OAB do Rio de Janeiro também arrecada em sua sede alimentos para as famílias que sofrem com as chuvas.

Prefeitura de Curitiba (PR)

A prefeitura da capital paranaense de Curitiba implantou 11 pontos de coleta de doações de roupas para envio às vítimas das chuvas em Petrópolis.

As doações podem ser feitas nos Núcleos da Fundação de Ação Social (FAS) das dez Ruas da Cidadania da cidade ou no Disque Solidariedade, serviço da Fundação que faz a coleta e distribuição de donativos para famílias em situação de vulnerabilidade social da capital.

O horário de atendimento é das 8h às 17h, em todos os pontos de coleta. Caso a doação seja muito grande, o doador pode solicitar a retirada pelo telefone 156.

Esta reportagem poderá ser atualizada com novas formas e locais de doação ao longo do dia.

Mais Recentes da CNN