Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    São Paulo cancela Carnaval de rua, um ano da invasão do Capitólio e mais de 6 de janeiro

    5 Fatos Tarde, apresentado por Roberta Russo, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

    Fernanda Pinottida CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    Cidade de São Paulo cancela o Carnaval de rua de 2022 e um ano da invasão do Capitólio nos Estados Unidos por apoiadores de Trump estão entre os destaques da tarde de 6 de janeiro de 2022.

    Carnaval 2022

    Após uma reunião realizada nesta quinta-feira (6), a prefeitura de São Paulo decidiu cancelar o Carnaval de rua da cidade. A medida foi adotada devido ao aumento nos casos de Covid-19. Os desfiles das escolas de samba no Anhembi estão mantidos.

    Invasão do Capitólio

    Nesta quinta (6) completa um ano que centenas de apoiadores do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump invadiram o Capitólio, sede do legislativo americano. Eles tentavam impedir a certificação da vitória de Joe Biden nas urnas. Cinco pessoas morreram.

    A investigação sobre a revolta, ainda em andamento, tem cerca de 700 pessoas envolvidas indiciadas.

    Vacinação infantil

    A prefeitura do Rio de Janeiro divulgou nesta quinta (6) o início do calendário de imunização contra Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos. A campanha começa no dia 17 de janeiro, uma segunda-feira, com a imunização de meninas de 11 anos.

    Voos cancelados

    A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou ao Ministério da Saúde que houve cancelamento de voos no país por causa dos diagnósticos de Covid-19 ou gripe em tripulantes. A preocupação teve início após a Azul, uma das principais operadoras de voos no país, ter problemas com alta na dispensa médica de funcionários com sintomas gripais ou que testaram positivo para as doenças.

    Djokovic deportado

    O tenista Novak Djokovic foi levado para um hotel de detenção do governo enquanto aguarda sua deportação da Austrália, por conta de um problema de visto. Djokovic havia conseguido autorização para jogar no Aberto da Austrália, mesmo sem comprovante de vacinação contra Covid-19, mas foi barrado no aeroporto.

    O tenista deve ficar lá até a segunda-feira, quando a Justiça julgará o recurso apresentado por seus advogados.

    Newsletter

    Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

    Mais Recentes da CNN