Sem antecipar feriados, Baixada Santista pede ajuda para restringir turistas

Municípios pedem implantação de bloqueios para desestimular visitantes da capital paulista

Coronavírus: no Guarujá, carro de som alerta para necessidade de evitar aglomerações
Coronavírus: no Guarujá, carro de som alerta para necessidade de evitar aglomerações Foto: Divulgação/Prefeitura do Guarujá

Ouvir notícia

As nove cidades da Baixada Santista não irão antecipar feriados municipais e, consequentemente, não vão aderir ao feriado prolongado que passará a valer na capital paulista a partir desta quarta-feira (20). Para evitar que uma grande quantidade de veículos desça para a região neste período, as cidades pediram apoio do governo estadual para restringir acesso de turistas no sistema Anchieta-Imigrantes.

As decisões foram anunciadas na manhã desta terça-feira (19) pelo prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), presidente do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano da Baixada Santista (Condesb), em entrevista coletiva após reunião com os prefeitos de São Vicente, Praia Grande, Guarujá, Cubatão, Itanhaém, Peruíbe, Bertioga e Mongaguá

“Quarentena não é férias, as pessoas têm que ficar em casa. Entendemos que antecipar feriado iria estimular a vinda de turistas para região”, disse o prefeito.

Leia e assista também:

Prefeitos de cidades litorâneas de São Paulo concordam com restrições de vias

Na capital, foram antecipados os feriados de Corpus Christi (11 de junho) e Consciência Negra (20 de novembro) para esta quarta (20) e quinta-feira (21). Na sexta-feira (22), será decretado ponto facultativo e, na segunda-feira (25), deverá ser antecipado o feriado da Revolução Constitucionalista de 1932 (9 de julho). As medidas têm o objetivo de aumentar o isolamento social e reduzir o contágio pelo novo coronavírus.

Para inibir a vinda de uma grande quantidade de pessoas para a Baixada Santista, Paulo Alexandre solicitou, durante videoconferência realizada na segunda-feira (18), que o governo do estado tomasse providências para restringir o acesso aos municípios da região. O encontro teve a participação do secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e do vice-governador, Rodrigo Garcia.

“O estado está adotando medidas para antecipar feriados para esta semana, de seis dias consecutivos, e com isso as pessoas podem se locomover para cá. Essa é a nossa preocupação, que isso aumente a quantidade de pessoas e turistas aqui”, disse Barbosa.

Segundo o prefeito santista, o estado deve anunciar ainda nesta terça-feira quais serão as medidas restritivas de acesso. Enquanto isso, o município permanecerá com os bloqueios nos acessos, assim como já fez nos últimos feriados prolongados (Tiradentes, Páscoa e 1º de Maio).

Mais Recentes da CNN