Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Temporal no Rio já mobilizou mais de 2,4 mil bombeiros, diz Defesa Civil

    Tempestades deixaram 11 mortos e uma desaparecida na região metropolitana do Rio de Janeiro

    Da CNN

    Em entrevista à CNN nesta segunda-feira (15), Leandro Monteiro, chefe da Defesa Civil do Rio de Janeiro, afirmou que mais de 2,4 mil bombeiros foram mobilizados no estado. “Estamos trabalhando há 48 horas em busca da mulher desaparecida”, relata.

    “Agora, o trabalho do Corpo de Bombeiros é de restabelecer a normalidade. Distribuímos, ao longo da madrugada, colchonetes, kits de limpeza, de higiene e cestas básicas. Estamos trabalhando na limpeza das casas e auxiliando nos abrigos, a gente acredita que em 12 horas voltaremos à normalidade”, afirma.

    Segundo Monteiro, o governo do estado investiu, nos últimos dois anos, mais de um bilhão na área de defesa civil. “Nosso sistema de alerta e alarme está funcionando perfeitamente. Fizemos vários simulados com os moradores”, afirma.

    O porta-voz da Defesa Civil ainda relata que há risco de novos deslizamentos devido à umidade do solo. Nesses casos, o chefe da defesa civil recomenda seguir o sistema de alertas e avisos do órgão. “Eu peço ajuda à população para não jogar lixos nas ruas e nos rios, isso prejudica bastante”.

    Estado de emergência

    O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional reconheceu, nesta segunda-feira (15), a situação de emergência na cidade do Rio de Janeiro devido aos danos causados pelas fortes chuvas. Dessa forma, a ajuda e a liberação de recursos federais poderá ser agilizada.

    Segundo o ministro Waldez Góes, com esse reconhecimento federal, o município vai poder pedir recursos da pasta para ações de assistência humanitária, como compra de alimentos, água potável e combustível para os veículos que fazem o transporte dos mantimentos.

    (Publicado por Duda Cambraia)