Último dia de depoimentos na CPI, nova lei de improbidade e mais de 7 de outubro

Confira o '5 Fatos Manhã', com as principais notícias do dia

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O último dia previsto de depoimentos na CPI da Pandemia e o envio da nova Lei de Improbidade Administrativa à sanção são alguns dos destaques da manhã desta quinta-feira, 7 de outubro de 2021.

CPI da Pandemia

Hoje é o último dia previsto de depoimentos na CPI da Pandemia. A comissão vai ouvir Walter Correa Neto, um dos médicos apontados como autores do dossiê que revela supostas irregularidades da Prevent Senior no tratamento de pacientes com Covid-19. Também será interrogado o advogado Tadeu Frederico Andrade, que é paciente da operadora.

Uso de máscaras

O Ministério Público e a Defensoria Pública do Rio de Janeiro pediram à Justiça a suspensão do decreto municipal que desobriga o uso de máscara para a população em Duque de Caxias.

Grávidas

A Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que prevê a volta das gestantes ao trabalho presencial em algumas circunstâncias, como a imunização completa contra a Covid-19. O projeto altera uma lei sancionada em maio que permitia às grávidas o trabalho em home office. O texto agora segue para o Senado.

Improbidade administrativa

A Câmara dos Deputados enviou para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) o projeto que muda a Lei de Improbidade Administrativa. Um dos principais pontos do texto é a necessidade da comprovação de dolo para punição a agentes públicos. Bolsonaro pode vetar ou aprovar a matéria.

Racionamento

O diretor-geral do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), Luiz Carlos Ciocchi, afirmou, em entrevista à CNN, que “não há a menor possibilidade de racionamento” para este ano. Segundo ele, o sistema elétrico brasileiro é “bastante robusto”.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Publicado por Daniel Fernandes)

Mais Recentes da CNN