Um ano de pandemia, vacina da Johnson na Europa e mais da tarde de 11 de março

5 Fatos Tarde, apresentado por Evandro Cini, repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O primeiro ano de pandemia de Covid-19, a inflação de fevereiro e a aprovação da vacina da Johnson na Europa estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta quinta-feira, 11 de março de 2021.

Um ano de pandemia

A declaração de pandemia por causa do novo coronavírus completa um ano nesta quinta-feira. Justamente no momento em que o Brasil registra recorde de mortes provocadas pela doença. São 2.286 pessoas que não resistiram a Covid-19 em apenas um dia. Com isso, o Brasil ultrapassou 270 mil mortes pela doença. A ocupação de leitos ultrapassa 90% da capacidade em 12 estados e no Distrito Federal.

Auxílio emergencial

O ministro da Cidadania, João Roma, admitiu à CNN que, a princípio, a pasta não deve abrir um novo cadastro de beneficiários que desejem receber a nova rodada do auxílio emergencial. Segundo ele, não há tempo suficiente para a inclusão de novos beneficiários porque a ideia é pagar a primeira parcela o mais rapidamente possível. Analistas da CNN apuraram que a falta de um novo cadastro pode prejudicar as pessoas que perderam a renda nos últimos meses e que precisariam do benefício.

IPCA fevereiro

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) ficou em 0,86% em fevereiro. Este foi o maior resultado para o mês desde 2016, quando o índice atingiu 0,90%. Puxado pela alta dos combustíveis, o maior impacto veio do setor de transportes e a maior variação, da educação. Juntos, os dois grupos contribuiram com cerca de 70% do resultado do mês.

Secretaria de Comunicação

O almirante Flávio Augusto Rocha, secretário de Assuntos Estratégicos do Palácio do Planalto vai assumir, interinamente, a Secretaria de Comunicação. Isso acontece depois do secretário Fábio Wajngarten ser retirado do cargo. Wajngarten recebeu propostas para assumir outros cargos, mas recusou e decidiu deixar o governo.

Vacina da Johnson

O órgão regulador de medicamentos da União Europeia recomendou nesta quinta-feira a aprovação condicional da vacina de dose única contra Covid-19 da Johnson & Johnson.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN