USP anuncia novo reitor e vice-reitora para os próximos quatro anos

Nomeação foi divulgada em coletiva no Palácio dos Bandeirantes; a posse será realizada em 25 de janeiro de 2022

Carlos G. Carlotti Junior e Maria Arminda do Nascimento Arruda assumirão o comando da universidade em 25 de janeiro de 2022
Carlos G. Carlotti Junior e Maria Arminda do Nascimento Arruda assumirão o comando da universidade em 25 de janeiro de 2022 Cecília Bastos/USP e Marcos Santos/USP

Tiago Tortellada CNN

Ouvir notícia

A Universidade de São Paulo (USP) anunciou o novo reitor e vice-reitora nesta quarta (8), em coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo (SP). Os professores Carlos Gilberto Carlotti Junior e Maria Arminda do Nascimento Arruda assumirão o comando da instituição em 25 de janeiro de 2022, com mandato de quatro anos.

O governador de São Paulo João Doria e a secretária Estadual de Desenvolvimento Econômico Patrícia Ellen participaram da nomeação.

“Estamos propondo um novo pacto com a sociedade, aumentando nossa colaboração tanto com o setor público quanto com o setor privado, resultando em maior impacto de nossas ações para a melhoria das condições de vida dos brasileiros. Precisaremos combater juntos o negacionismo científico e a desinformação premeditada, mas encararemos os desafios com serenidade e confiança”, afirmou o novo reitor durante a coletiva.

Maria Arminda ressaltou que “a inclusão não é avessa à ciência. Ao contrário, eles emulam a produção da ciência. Esse compromisso que hoje afirmamos é o de fazer a nossa universidade cada vez maior e mais importante”. Para a nova vice-reitora, a Universidade precisa, cada vez mais, se tornar uma instituição com responsabilidade pública e social.

A chapa formada por Carlotti e Maria Arminda foi a mais votada na eleição realizada em 25 de novembro, com 1.156 votos, de acordo com a USP. Ao todo, 2.002 pessoas votaram nas eleições para a reitoria. O colégio eleitoral foi formado por diversos setores da universidade.

A USP foi fundada em 1934, e esta será a 28ª gestão reitoral na história da universidade.

Quem são os novos reitores

Carlos Gilberto Carlotti Junior é médico pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) e neurocirurgião pelo Hospital das Clínicas da FMRP (HCRP). É especialista pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, mestre e doutor pela FMRP e professor titular do Departamento de Cirurgia e Anatomia da Faculdade. Carlotti foi diretor clínco do do HCRP, diretor da FMRP e presidente da Fundação de Pesquisas Médicas de Ribeirão Preto. Desde 2016, é pró-reitor de Pós-Graduação da USP.

Maria Arminda do Nascimento Arruda é formada em Ciências Sociais na USP. É, também pela Universidade de São Paulo, mestre, doutora e livre-docente em Sociologia. É professora titular de Sociologia na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), onde foi diretora entre 2016 e 2020. Arruda foi pesquisadora sênior do Instituto de Estudos Sociais e Políticos de São Paulo, pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária da USP entre 2010 a 2015; e representante da Área de Sociologia junto à Capes e da área de Ciências Humanas no Conselho Técnico-Científico da instituição. Atualmente, é coordenadora do Escritório USP Mulheres.

Mais Recentes da CNN