Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Veja quais são as 3 maiores cidades do Brasil que não são capitais

    Todos os outros municípios que estão entre os 20 mais populosos são capitais, segundo o IBGE

    Movimentação no centro de Campinas, em São Paulo, em meio a pandemia da Covid-19
    Movimentação no centro de Campinas, em São Paulo, em meio a pandemia da Covid-19 Foto: Karen Fontes/Ishoot/Estadão Conteúdo (15.mai.2021)

    Tiago Tortellada CNN

    Em São Paulo

    O Censo Demográfico 2022, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicou que Guarulhos (SP), Campinas (SP) e São Gonçalo (RJ) são as três maiores cidades brasileiras que não são capitais.

    Além das capitais, esses municípios são os únicos entre os 20 mais populosos do Brasil.

    Guarulhos ganhou 69.805 habitantes em comparação com o Censo de 2010. A população atual é de 1.221.979, uma variação positiva de 5,7%.

    Já Campinas possui 1.138.309 de habitantes, tendo ganhado 58.796 residentes em comparação ao último levantamento.

    São Gonçalo, por sua vez, apresentou diminuição no total de sua população. Em 2010, eram 999.738 moradores na cidade. Em 2022, esse número baixou para 896.744, uma queda de 102.994 pessoas, equivalente a 10,3%.

    Veja os 20 maiores municípios do Brasil segundo o Censo 2022

    1. São Paulo (SP) — 11.451.245 de habitantes (+1,8% na comparação com 2010)
    2. Rio de Janeiro (RJ) — 6.211.423 de habitantes (-1,7%)
    3. Brasília (DF) — 2.817.068 de habitantes (+9,6%)
    4. Fortaleza (CE) — 2.428.678 de habitantes (-1,0%)
    5. Salvador (BA) — 2.418.005 de habitantes (-9,6%)
    6. Belo Horizonte (MG) — 2.315.560 de habitantes (-2.5%)
    7. Manaus (AM) — 2.063.547 de habitantes (+14,5%)
    8. Curitiba (PR) — 1.773.733 de habitantes (+1,2%)
    9. Recife (PE) — 1.488.920 de habitantes (-3,2%)
    10. Goiânia (GO) — 1.488.920 de habitantes (+10,4%)
    11. Porto Alegre (RS) — 1.332.570 de habitantes (-5,4%)
    12. Belém (PA) — 1.303.389 de habitantes (-6,5%)
    13. Guarulhos (SP) — 1.291.784 de habitantes (+5,7%)
    14. Campinas (SP) — 1.138.309 de habitantes (+5,4%)
    15. São Luís (MA) — 1.037.775 de habitantes (+2,3%)
    16. Maceió (AL) — 957.916 habitantes (+2,7%)
    17. Campo Grande (MS) — 897.938 habitantes (+14,1%)
    18. São Gonçalo (RJ) — 896.744 habitantes (-10,3%)
    19. Teresina (PI) — 866.300 habitantes (+6,4%)
    20. João Pessoa (PB) — 833.932 habitantes (+15,3%)

    Censo 2022

    O Censo 2022 é a 13ª operação do tipo realizada em território brasileiro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Por lei, os censos são feitos com, no máximo, 10 anos de intervalo. Porém, devido à pandemia da Covid-19, a coleta de informações e formulação dos resultados foi adiada em 2020.

    Em 2021, segundo o instituto, também não foi realizado o levantamento devido ao “profundo corte orçamentário”, sendo finalmente aplicado em 2022.

    Os recenseadores do IBGE visitaram 106,8 milhões de endereços e 90,7 milhões de domicílios em 2022.

    Foram aplicados 62.388.143 questionários “básicos”, com 26 quesitos e tempo médio de seis minutos; e 7.772.064 questionários “ampliados”, com 77 quesitos e tempo médio de 16 minutos.

    Ao todo, 68.659.405 de entrevistas foram feitas presencialmente; 362.563 questionários foram preenchidos pela internet; e 412.725 entrevistas foram feitas por telefone.

    O instituto ressalta que os dados adquiridos através dos censos são utilizados, por exemplo, no planejamento social e econômico do país.