Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Veja vídeo da fuga do suspeito de matar dentista em Salvador

    Corpo de Lucas Maia de Oliveira foi encontrado amarrado e em estado avançado de decomposição

    Suspeito de matar o dentista Lucas Maia de Oliveira deixando o prédio da vítima, em Salvador
    Suspeito de matar o dentista Lucas Maia de Oliveira deixando o prédio da vítima, em Salvador Reprodução

    Duda Cambraiada CNN

    Um vídeo registrado pela câmera de segurança instalada no elevador do prédio da vítima mostra o principal suspeito de ter matado o dentista Lucas Maia de Oliveira.

    O circuito interno do prédio Celebration Garibaldi, edifício de alto padrão, no bairro Rio Vermelho, captou a movimentação do suspeito do assassinato do dentista, deixando o local na madrugada de sexta-feira (24), por volta de 01h30.

    O suspeito aparece o tempo todo de capuz. Por isso, a identificação ainda não foi feita. Todas as imagens de câmeras de segurança do condomínio foram solicitadas pela Polícia Civil e serão analisadas.

    Veja o vídeo:

    Nas imagens, o suspeito entra no elevador no oitavo andar, a vítima morava no décimo. Ou seja, o suspeito desceu dois andares de escada, para só depois pegar o elevador.

    Ao entrar no elevador, o suspeito fica de costas para a câmera de segurança e usa o capuz o tempo todo. Ele coloca a mala no chão, verifica os botões dos andares e escolhe um. A porta se fecha e se abre novamente cerca de 28 segundos depois.

    O suspeito não desce no andar escolhido. Ele fica dentro do elevador, escolhe outro andar e continua descendo. Após cerca de 14 segundos, a porta se abre novamente. O suspeito verifica o andar, olhando para os lados, e desce com a mala da vítima.

    Durante todo o vídeo, não aparece o rosto do suspeito, mas é possível notar uma tatuagem na parte de cima da mão esquerda.

    O caso

    Lucas Maia de Oliveira, implantodontista de 36 anos, estava desaparecido desde a última quinta-feira (23). O corpo do baiano foi encontrado sem vida em seu apartamento no Rio Vermelho, bairro boêmio no litoral de Salvador.

    Na tarde de sábado (25), após dois dias sem notícias, amigos e familiares entraram em contato com a Polícia Civil e foram até o apartamento de Lucas, no prédio Celebration Garibaldi, no bairro Rio Vermelho.

    O corpo foi encontrado sem marcas de tiro, com mãos e pés amarrados na cama. Segundo informações de familiares que estavam presentes, objetos da residência e um veículo de propriedade da vítima foram levados.

    Segundo a Polícia Civil, o carro de Lucas foi localizado no domingo (26) na Avenida Vasco da Gama e foi mandado para a perícia. A 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico) já realizou algumas oitivas e novos depoimentos estão agendados.

    *Com informações de Catarina Nestlehner e Agência Estado