Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Velório de Anderson, do Molejo, será neste domingo na zona oeste do Rio

    O cantor foi diagnosticado com câncer em outubro de 2022 e teve uma piora no quadro clínico que levou a sua morte nesta sexta-feira (26)

    Felipe SouzaCarolina Figueiredoda CNN

    O corpo do cantor Anderson Leonardo, do Molejo, será velado neste domingo (28), a partir das 11h, no Cemitério Jardim da Saudade, na zona oeste do Rio. O artista morreu nesta sexta-feira (26), devido a um câncer inguinal. O enterro deve ocorrer às 16h.

    Anderson Molejão, como era conhecido, nasceu no Rio de Janeiro e, junto com Jimmy Batera, Andrezinho, Lúcio Nascimento, Claumirzinho e Robson Calazans, foi um dos criadores do grupo carioca de pagode “Molejo”.

    Anderson era pai de quatro filhos: o cantor e multi-instrumentista Leozinho Bradock, de 29 anos, Rafael ‘Molejinn’, de 28, que integra o Grupo Surpreender, Alessa Cristyne, de 30 anos, e de Alice, que completa 4 anos em maio.

    Anderson ficou internado no Hospital Unimed, na Barra da Tijuca, e seu quadro de saúde apresentou piora no último domingo (21).

    Saúde

    O cantor revelou que foi diagnosticado com câncer em outubro de 2022. Anderson, na época, explicou que tinha um tipo raro de câncer e confirmou que o tratamento se dava para evitar que a doença fosse para outras regiões.

    Anderson foi internado no fim do ano passado para tratar uma embolia pulmonar que, inicialmente, foi diagnosticada como pneumonia. Na ocasião, os cinco outros integrantes do Molejo seguiram com os compromissos profissionais.

    Em fevereiro deste ano, Anderson voltou a ser internado devido a fortes dores na região do abdômen e teve alta, quase um mês depois, após fazer um bloqueio de plexo nervoso hipogástrico.

    Vida artística

    Além de fazer o vocal da banda, Anderson tocava o cavaquinho e era compositor.

    O grupo tinha mais de três décadas de carreira e emplacou diversos sucessos, como “Cilada” e “Dança da Vassoura” e fez diversas parcerias com outros artistas famosos, como Anitta, Art Popular, Léo Santana, Thiaguinho e Leo Russo.

    Catapultado pela música “Caçamba”, o primeiro álbum do Grupo Molejo foi lançado em 1993. “Molejo Club” foi o último disco do grupo até o momento, lançado em 2016, e trouxe faixas inéditas da banda desde 2010.