Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vídeo: ”Quer mais?”, diz PM ao disparar balas de borracha contra paciente em ambulância

    Caso aconteceu em Minas Gerais; PM diz que vítima tinha histórico de violência e consumo de drogas

    Vídeo mostra PM dando tiros de balas de borracha contra paciente em viatura do SAMU
    Vídeo mostra PM dando tiros de balas de borracha contra paciente em viatura do SAMU Divulgação/Portal Patos Hoje

    Julia Fariasda CNN*Rafael Saldanhada CNN

    Um policial militar disparou duas vezes contra um paciente dentro de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), no município de Vazante, em Minas Gerais, no último sábado (1). Os tiros eram de bala de borracha. A ação foi filmada e repercutiu nas redes sociais.

    De acordo com o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência da Região Ampliada Noroeste (Cisreuno), a ocorrência aconteceu por volta das 20h, na Praça Dom Elizeu, quando um paciente, de 42 anos, precisou ser contido após uma “agitação psicomotora com manifestação de potencial violenta”.

    A equipe de saúde que atendia o caso solicitou o apoio da Polícia Militar. Um dos agentes realizou os dois disparos de balas de borracha na tentativa de conter o paciente. Após ser contido, o homem foi medicado e encaminhado pela equipe ao Pronto Socorro de Vazante.

    Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que o agente policial efetuou os disparos. Veja o vídeo abaixo:

    Depois do primeiro tiro de borracha, o PM chega a perguntar ao paciente: “Quer mais?”. Em seguida, ele ainda manda o homem se “aquietar”, realiza o segundo disparo e repete a pergunta ao paciente: “Quer mais?”

    À CNN, a Polícia Militar informou que a vítima tinha histórico de violência, consumo de drogas, resistência às ações policiais e que tinha consumido crack.

    A PM foi acionada pela esposa do paciente. Após iniciar uma conversa com o homem, o cidadão apresentou um comportamento agressivo, segundo a polícia.

    Depois da verbalização não ser eficaz, o homem, que estava em surto, tentou agarrar a enfermeira, puxando-a pelo estetoscópio. De acordo com a PM, isso gerou o disparo de bala de borracha, que cessou as ações do cidadão.

    *Sob supervisão