Wizard fica em silêncio na CPI, Barros convocado e mais da tarde de 30 de junho

5 Fatos Tarde repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Empresário Carlos Wizard decide ficar em silêncio na CPI da Pandemia, deputado Ricardo Barros (PP-PR) é convocado a depor e entrevista do ministro do Turismo à CNN estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta quarta-feira, 30 de junho de 2021. 

Wizard fica em silêncio

Após discurso inicial, o empresário Carlos Wizard decidiu ficar em silêncio durante a CPI da Pandemia nesta quarta-feira (30). Wizard obteve um habeas corpus junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), que garante seu direito ao silêncio. O empresário é apontado como membro do suposto conselho paralelo de aconselhamento ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Wizard já está na lista dos primeiros 14 investigados da comissão.

Dominguetti convocado

A CPI da Pandemia aprovou nesta quarta-feira dezenas de requerimentos entre pedidos de informação, convocação, convite e quebra de sigilos. Um dos destaques foi a aprovação do requerimento de convocação do empresário Luiz Paulo Dominguetti Pereira, que se apresenta como representante da empresa Davati Medical Supply, e que na terça-feira afirmou ao jornal “Folha de S. Paulo” ter recebido pedido de propina de US$ 1 por dose de vacina em troca de fechar contrato com o Ministério da Saúde.

Barros convocado

Também foi aprovada a convocação do deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara, que foi citado pelo deputado Luis Miranda em seu depoimento à CPI na sexta-feira ao apresentar detalhes de supostas irregularidades na compra da vacina Covaxin. A comissão aprovou, ainda, a reconvocação de Miranda.

Queiroga sobre denúncia

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou aos jornalistas na manhã desta quarta-feira sobre a exoneração do diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, do cargo. Queiroga afirmou: “Está sendo apurado. Nós instauramos uma sindicância que vai trazer conclusões. Mas enquanto isso, de maneira cautelar, nós afastamos. O que nós fizemos foi o que cabia à oportunidade.”

Ministro do Turismo

Em entrevista exclusiva à CNN nesta quarta-feira, o ministro do Turismo, Gilson Machado, afirmou estar focado em recuperar o setor que mais sofreu na pandemia de Covid-19. A declaração foi dada após Machado ser questionado se irá concorrer às eleições do próximo ano. Ele afirmou não estar pensando nas eleições de 2022. 

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN