Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Estados do Norte registram aumento de passageiros e de voos internacionais

    Dados apontam que Belém e Manaus tiveram aumento em chegadas e partidas de turistas de fora do país

    Aeroporto Internacional de Belém
    Aeroporto Internacional de Belém Reprodução

    Da CNN

    O Brasil registra um aumento na procura por voos nacionais e internacionais nos estados do Norte do país. Em 2023, a região teve um aumento de 8% no número de aeroportos com voos regulares para outros locais do país, ficando atrás apenas da região Nordeste nesse quesito, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

    Dados do Aeroporto Internacional de Belém, por exemplo, apontam para uma expansão de 100% em números de voos internacionais entre janeiro e maio de 2024, comparado ao mesmo período do ano passado.

    O número de passageiros internacionais também registrou um salto: saíram de 39.911 em 2023 para 73.617 em 2024. As informações foram confirmadas pela CNN com a Norte da Amazônia Airports (NOA), concessionária do aeroporto.

    A Azul, por exemplo, percebeu um aumento de 139% no número de clientes no primeiro semestre de 2024, comparado ao mesmo período de 2023. Por isso, aumentará a capacidade de atendimento aos clientes que partem de Belém.

    Os voos para Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, saindo da capital paraense, deixarão de ser apenas quatro dias por semana e serão diários. Segundo a companhia, essa mudança visa aumentar a capacidade de transporte para mais de 10 mil assentos.

    “Investir na região Norte e conectar nossos clientes ao máximo de locais, no país e no mundo, tem sido nossa prioridade no remanejamento de voos e na decisão sobre a criação ou manutenção de operações. Esperamos reforçar essa estratégia e ampliar as oportunidades de viagem na alta temporada a partir das nossas bases em Manaus e Belém”, explica Vitor Silva, gerente geral de Planejamento e Estratégia da Azul.

    A companhia reforça, ainda, a importância das operações no Aeroporto de Manaus. Apesar de manter 1 voo semanal para os EUA, a empresa destaca a interligação de Manaus com outros 14 destinos da companhia no Brasil, além de apostar também na procura “contrária” da ligação com os Estados Unidos – turistas americanos que pretendem vir ao Brasil, algo já notado nas movimentações de 2022 e 2023.

    Aumento em outros estados

    Recentemente, o governo federal anunciou mais voos também em outros estados do Norte. Em abril, o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, anunciou o retorno das operações aéreas comerciais interligando Porto Velho, em Rondônia, a Belo Horizonte, em Minas Gerais. Os novos voos passam a operar nessas rotas a partir do dia 4 de outubro deste ano.

    De início, segundo o comunicado, duas decolagens por dia interligando esses destinos serão realizadas. Os voos serão operados por uma aeronave com capacidade de transportar até 174 passageiros.