Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Jogador do Cruzeiro sofre racismo de torcedores, e clube condena

    Atacante João Pedro foi vítima de racismo nesse sábado (24) após publicar vídeo de desculpa por frequentar festa particular

    João Pedro, do Cruzeiro, durante partida pelo Campeonato Mineiro
    João Pedro, do Cruzeiro, durante partida pelo Campeonato Mineiro Reprodução/Cruzeiro

    Pedro Leiteda Itatiaia

    O Cruzeiro condenou, neste domingo (25), o ato de racismo sofrido pelo atacante João Pedro nas redes sociais. O jogador foi alvo de preconceito por parte de torcedores da Raposa após publicar vídeo em que pedia desculpa por ter comportamento inadequado fora do ambiente do trabalho. O clube frisou que tomará as medidas cabíveis sobre o caso.

    “O Cruzeiro Esporte Clube informa que tomará as medidas cabíveis sobre o caso de racismo contra um de nossos atletas. Reiteramos que nossa instituição tem o compromisso de combater toda e qualquer manifestação desse tipo e não medirá esforços para tal. Racismo é crime e uma luta de todos!”, publicou o Cruzeiro nas redes sociais.

    O pedido de desculpas foi publicado por João Pedro na tarde desse sábado (24). Nos comentários da postagem, um cruzeirense respondeu: “Se fosse fundo preto ia aparecer só o sorriso uai”. Na sequência, uma outra torcedora: “Você esqueceu da camisa, ela iria aparecer também”.

    Uma outra publicou: “Se acontecer um cancelamento aqui, saibam que eu não tenho nada a ver kkkkkkkkk por favor”. Na sequência, o primeiro torcedor voltou a comentar: “Cancelamento não existe, é só desinstalar o Twitter e continuar a vida”.

    Após a repercussão negativa do caso, dois dos três usuários que estiveram na conversa excluíram suas contas no X, antigo Twitter. Já a outra restringiu a conta apenas para seguidores.

    Festa polêmica

    Atacante de 21 anos, João Pedro pediu desculpas à torcida após ter sido flagrado em uma festa particular. Nesse sábado (24), um vídeo que viralizou nas redes sociais mostra o jovem bebendo com Fernando, também atleta da Raposa.

    Devido ao ato, os dois jogadores foram “barrados” por Nicolás Larcamón da lista de relacionados para o jogo diante do Pouso Alegre, realizado neste domingo (25).

    Durante o vídeo de desculpas, João Pedro revelou arrependimento por ter ido à balada antes do duelo pelo Campeonato Mineiro. Ele disse que assumirá as responsabilidades na sequência da carreira e prometeu que o ato não vai mais se repetir. Neste domingo (25), Fernando também publicou vídeo arrependido pela atitude.

    “Fala, galera! Passando aqui, primeiramente, para pedir desculpa ao Cruzeiro, à Nação Azul, que nos representa muito. Pedir desculpa à minha família, aos meus amigos, àqueles que acreditam em meu trabalho. Quero dizer que estou extremamente arrependido com esse erro e, através disso, vou assumir a responsabilidade, assumir as consequências disso”, afirmou João Pedro.

    Como punição, o atacante treinará de forma separada do grupo por tempo indeterminado. Já Fernando, de 18 anos, deverá voltar a treinar com o time sub-20, segundo apurou a Itatiaia. Ainda de acordo com a reportagem, não foi o primeiro ato de indisciplina do jogador.


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original