Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Principal ligação entre Curitiba e o litoral do PR está interditada por afundamento de pista

    Não há previsão de liberação do tráfego; orientação é para cancelar viagens

    Reprodução

    Iara Maggionida CNN

    A principal ligação entre Curitiba e o litoral do Paraná (BR-277) está interditada por tempo indeterminado. No km 33, na cidade litorânea de Morretes, ocorreu afundamento do pavimento. A área atingida é de aproximadamente 500 metros.

    Na manhã desta quarta-feira (08), engenheiros do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) fizeram avaliação no local e determinaram a interdição completa da via.

    Os motoristas são informados de que não podem seguir viagem no km 60 da rodovia, na altura da antiga praça de pedágio de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba.

    Segundo o DNIT, apenas após análises de geólogos no local será possível estabelecer um prazo para liberação do tráfego. A orientação é para cancelar viagens. Aqueles que não podem reprogramar o deslocamento, devem utilizar a Estrada da Graciosa (para veículos de passeio) ou a BR 376 e seguir pelo ferryboat em Guaratuba (para veículos com no máximo 26 toneladas).

    Equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão no local para monitorar a situação e acompanhar eventual evolução do problema. Rondas ostensivas serão realizadas em todo o trecho, segundo nota da PRF.

    A BR 277 é o principal acesso de caminhões de carga que seguem com destino aos Portos do Paraná, que são o segundo terminal em maior movimentação do país. A rodovia auxilia, principalmente, no escoamento da produção paranaense, mas também de outros estados brasileiros e até de países vizinhos, como Paraguai e Argentina.

    A BR 277 está sob responsabilidade do governo estadual desde o final de 2021. As concessões das rodovias estaduais venceram em novembro daquele ano e não houve renovação até aqui. Segundo o Governo do Paraná, o Governo Federal estuda o modelo de concessão das rodovias.

    Na última segunda-feira (6), o líder do governador Ratinho Junior (PSD) na Assembleia Legislativa do estado, deputado Hussein Bakri (PSD), afirmou que o governo vai esperar até o fim de março pela definição federal.