Ao G-20, Bolsonaro defende hidroxicloroquina


Caio Junqueira
Por Caio Junqueira, CNN  
26 de março de 2020 às 13:03 | Atualizado 26 de março de 2020 às 13:27
35% aprovam conduta de Jair Bolsonaro sobre coronavírus, diz Datafolha

Presidente Jair Bolsonaro 

Foto: Adriano Machado - 18.mar.2020/ Reuters

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendeu em reunião com lideranças que integram o G-20 na manhã desta quinta-feira (26) o que tem falado internamente no Brasil: é preciso atuar em relação à saúde pública e na economia.

Bolsonaro também falou sobre a hidroxicloroquina. Disse que o Brasil e os Estados Unidos pesquisam os efeitos do produto no combate ao coronavírus. 

Segundo uma fonte que monitorou o debate, todas as autoridades chamaram a atenção para o impacto econômico do coronavírus no mundo. Disseram ser fundamental manter os fluxos comerciais e que o papel do colegiado é o mesmo da crise econômica de 2018: evitar o colapso econômico. 

Essa mesma fonte relatou que nenhum país defendeu que todos os cidadãos fiquem isolados em casa.

Leia também:

Anvisa transforma hidroxicloroquina e cloroquina em remédios controlados

Hidroxicloroquina: EUA testam remédio para malária no tratamento do coronavírus