Vídeo de 2017 mostra Bolsonaro acompanhando operação da PF comandada por Ramagem


Da CNN Brasil, em São Paulo
26 de abril de 2020 às 18:41 | Atualizado 26 de abril de 2020 às 18:52

Um vídeo de 2017 que circula entre pessoas próximas ao presidente Jair Bolsonaro, e que a CNN teve acesso, mostra o que teria sido o primeiro encontro entre Bolsonaro e o hoje diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, escolhido para chefiar a Polícia Federal.

Ramagem, que também foi chefe da segurança de Bolsonaro durante a campanha presidencial de 2018, foi indicado para a vaga de Maurício Valeixo. A troca no comando da PF ocasionou a saída de Sergio Moro do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública.

A proximidade entre Bolsonaro e Ramagem tem gerado críticas de partidos da direita e da esquerda por suposta interferência política na escolha para a PF.

No vídeo, de 14 de novembro de 2017, Bolsonaro, ainda como deputado, observa uma operação da Polícia Federal que acompanhava o então presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani, no Aeroporto Santos Dummont, no Rio. Ramagem era um dos responsáveis da PF presentes na operação. Picciani seria preso dias depois.

Leia também:

 

Moro no Twitter: 'Verdade acima de tudo. Fazer a coisa certa acima de todos'

“Espero da Polícia Federal que realmente continue fazendo esse bom trabalho”, diz Bolsonaro na gravação. “Corrupção tem que ser combatida e com radicalismo mesmo, ok? Parabéns à Polícia Federal, ao MP [Ministério Público] e a todos que combatem verdadeiramente a corrupção em nosso Brasil.”