Governador da Bahia sanciona uso obrigatório de máscaras no estado

Rui Costa (PT) voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro, afirmando que este faz "picuinha política" e "agressão" aos governadores em meio à pandemia

Da CNN, em São Paulo
29 de abril de 2020 às 21:21
Governador da Bahia, Rui Costa (PT) em entrevista para a CNN (23.mar.2020)
Foto: CNN Brasil

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), sancionou na noite desta quarta-feira (29) o projeto de lei que prevê o uso obrigatório de máscaras nos municípios nos quais haja casos confirmados da COVID-19.

A proposta foi aprovada pela Assembleia Legislativa da Bahia e aguardava apenas a assinatura do governador. A medida será publicada na quinta-feira (30) e passa a valer em oito dias. Segundo o governo estadual, 134 dos 417 municípios baianos têm casos do novo coronavírus.

Rui Costa disse que o projeto "irá ajudar a reduzir muito a incidência de contaminação. "Se todos nós queremos voltar rapidamente à normalidade, o uso da máscara nos ajudará a superar este momento que estamos vivendo”, afirmou.

Assista e leia também:

Brasil confirma 449 mortes por COVID-19 em 24 horas e total vai a 5.466

STF decide que COVID-19 pode ser considerada doença ocupacional

Doria tem que responder por vítimas da COVID-19 em SP, diz Bolsonaro

O governador criticou a fala do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que atribuiu a responsabilidade pelas mortes da COVID-19 aos governos locais. Rui Costa afirmou que o presidente faz "picuinha política ou agressão". "Vou pedir apenas que o presidente comece a governar o Brasil com seriedade e tenha respeito por mais de cinco mil famílias que estão chorando a morte dos seus familiares", disse Costa.

Mais cedo, o governador baiano já havia criticado a postura recente de Bolsonaro, que disse que não poderia "fazer milagre" e que não tinha culpa pelos números crescentes de vítimas fatais da pandemia no Brasil. "Temos que unir o povo brasileiro a favor da vida e da sobrevivência. Desejo que o presidente seja infectado pelo vírus da paz, da responsabilidade e tenha sensibilidade com o povo brasileiro".

Máscaras

O uso obrigatório de máscaras está sendo uma postura adotada por outras cidades e estados em situação mais grave para a pandemia da COVID-19. No Rio de Janeiro, decreto do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) nesse sentido já está em vigor desde a quinta-feira da semana passada.

Em São Paulo, o governador João Doria (PSDB) também anunciou a decisão, que valerá para os transportes públicos no estado. O decreto foi assinado e passa a valer no dia 4 de maio, segunda-feira da próxima semana.