Bolsonaro anda de jet ski no dia em que país passa de 10 mil mortos por Covid-19

Também neste sábado (9), Congresso e STF decretaram luto oficial de três dias por causa do número de vítimas da doença no país

Da CNN, em São Paulo
09 de maio de 2020 às 22:39 | Atualizado 10 de maio de 2020 às 00:11

Neste sábado (9), dia que houve a confirmação de que mais de 10 mil brasileiros já morreram por Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro fez um passeio de jet ski no lago Paranoá, em Brasília, mostram vídeos obtidos pelo site Metrópoles.

Também neste sábado, o Congresso e o STF (Supremo Tribunal Federal) decretaram luto oficial de três dias por causa do número de vítimas da doença no país.

Entre ontem (8) e hoje, o Ministério da Saúde registrou 730 mortes e 10.611 casos do novo coronavírus no Brasil, totalizando 10.627 mortes por Covid-19 e 155.939 casos confirmados.

Apesar de vídeos mostrarem o passeio do presidente, a Secretaria de Comunicação da Presidência não confirmou a informação e disse que se trata de agenda privada.

Durante o passeio, que não estava previsto na agenda, alguns apoiadores se aproximaram para tirar fotos com o presidente.

Assim como Bolsonaro, os apoiadores estavam sem máscaras e não respeitaram o distanciamento social, contrariando recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Um decreto do governo do Distrito Federal tornou obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos desde 30 de abril. Multas de R$ 2 mil por descumprimento serão aplicadas a partir de segunda-feira (11).

Bolsonaro já se referiu à Covid-19 como uma "gripezinha" e, no dia em que o Brasil passou a China em total de mortes pela doença, afirmou que não tinha o que fazer sobre as mortes.

"E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre", disse na ocasião.

'Salvar vidas e preservar empregos'

No fim da noite, Bolsonaro postou em sua conta no Twitter um vídeo no qual questiona a imprensa e exalta ações do governo federal no combate ao coronavírus.

"O governo federal, por determinação de seu chefe, insiste em trabalhar, salvar vidas e preservar empregos e dignidade", diz uma mensagem no vídeo postado pelo presidente, intitulado "a verdade: Covid-19".

 

Com informações do Estadão Conteúdo