“Cena de desdém macabro”, diz Randolfe sobre passeio de Bolsonaro de jet ski 

Renata Agostini
Por Renata Agostini, CNN  
10 de maio de 2020 às 14:07
Randolfe Rodrigues (Rede-AP) é líder da oposição no Senado
Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), classificou o passeio do presidente Jair da República de jet ski pelo lago Paranoá como “cena de desdém macabro”.

“No momento mais dramático e triste nacional dos últimos cem anos, quando mais de dez mil famílias brasileiras já perderam sua mães, seus pais, filhos, avós, o senhor presidente da República, em uma cena de desdém macabro, resolve passear nas águas do lago Paranoá”, disse em mensagem enviada à CNN.

Segundo o senador, o presidente “comete crime contra a humanidade todos os dias”. “Já está passando da hora das instituições desse país pararem esse senhor criminoso”, disse Randolfe.

Bolsonaro havia anunciado que realizaria um churrasco no Palácio da Alvorada neste sábado (9), mas desistiu da ideia. Decidiu, porém, fazer um passeio de jet ski. Durante o giro, cumprimentou apoiadores e não usou máscara, conforme recomendação do Distrito Federal. 

Desde o dia 30 de abril, o uso de máscara é obrigatório na capital. 

A postura de Bolsonaro destoa da de autoridades de outros poderes. No sábado, tanto o Congresso Nacional como o Supremo Tribunal Federal decretaram luto oficial de três dias diante da marca de dez mil mortos pelo novo coronavírus.