Bolsonaro recebe convite para posses de Barroso e Fachin no TSE

Representantes dos três Poderes são convidados do evento que será realizado em uma 'mesa virtual' no dia 25 de maio

Estadão Conteúdo
13 de maio de 2020 às 13:46 | Atualizado 13 de maio de 2020 às 13:46
O convite foi entregue pessoalmente no Palácio do Planalto pelos ministros
Foto: Reprodução - 13.mai.2020/TSE

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebeu, nesta quarta-feira (13), o convite para a posse do presidente eleito do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, e do vice-presidente eleito, ministro Luiz Edson Fachin. O convite foi entregue pessoalmente no Palácio do Planalto pelos ministros, como prevê o protocolo seguido pela Justiça.

Os representantes dos três Poderes são convidados para o evento de posse, que será realizado no modo remoto, em uma "mesa virtual", no dia 25 de maio.

Barroso assume o cargo no lugar da ministra Rosa Weber. A instância máxima eleitoral tem pela frente o desafio de coordenar as eleições municipais, previstas para outubro, em meio à pandemia do novo coronavírus.

Assista e leia também:
Decretos de Bolsonaro e Doria sobre isolamento dividem municípios em SP
Pode dar certo ou não, diz Bolsonaro ao indicar uso da cloroquina
Bolsonaro quer conceder reajuste a policiais do DF antes de destravar recursos

Mais cedo, na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro evitou comentar sobre um possível adiamento do pleito. "Eu não falo nada sobre isso aí, adiamento das eleições. Eu já tenho problema demais para me meter em mais esse", disse ele.

O TSE é composto por sete ministros titulares. Desses, três são do Supremo Tribunal Federal (STF), dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois são juristas da advocacia.

O encontro de Bolsonaro com os ministros da Suprema Corte durou cerca de meia hora e contou com a presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, do advogado-geral da União, José Levi, do ministro Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência, e de Flávio Rocha, secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência.