Celso de Mello fica surpreso e repreende conteúdo do vídeo de reunião


Basília Rodrigues
Por Basília Rodrigues, CNN  
20 de maio de 2020 às 07:19 | Atualizado 20 de maio de 2020 às 07:27

Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), teria ficado bastante 'surpreso' ao assistir o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril. Ainda de acordo com relato de auxiliares da Suprema Corte, o ministro também repreendeu alguns trechos do material, entretanto, a avaliação ainda é de que a decisão é difícil.

O ministro começou a assistir ao vídeo na noite da segunda-feira (18) e vai decidir sobre o sigilo do conteúdo ainda nesta semana. Peritos da Polícia Federal concluíram a transcrição na terça-feira(20) e o laudo já foi entregue à equipe que conduz a investigação junto à Corte. O trabalho durou uma semana.


Leia também:
Mortes esperando teste para Covid-19 chegam ao maior número em pandemia

Em manifestação enviada ao STF, o procurador-geral da República, Augusto Aras, foi contra a degravação do vídeo, que considerou "inconveniente" pela "marcha acelerada" que o ministro Celso de Mello imprimiu à investigação.