Ministro do Meio Ambiente sugere 'passar boiada' enquanto o foco é coronavírus


Anna Gabriela Costa, da CNN em São Paulo
22 de maio de 2020 às 18:38 | Atualizado 22 de maio de 2020 às 21:57

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou na reunião ministerial realizada no dia 22 de abril que o governo federal deveria aproveitar que "a imprensa está focada na cobertura da pandemia de coronavírus" para “ir passando a boiada e simplificando normas”. O conteúdo da reunião ministerial foi divulgado nesta sexta-feira (22), após autorização do ministro Celso de Mello

“Estamos nesse momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa, porque só fala de Covid e ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas. De IPHAN, de ministério da Agricultura, de ministério de Meio Ambiente, de ministério disso, de ministério daquilo. Agora é hora de unir esforços para dar de baciada a simplificação regulam ... é de regulatório que nós precisamos, em todos os aspectos”.

Leia também:

Reunião ministerial de Bolsonaro: assista ao vídeo na íntegra e leia transcrição

Bolsonaro comenta divulgação de vídeo: 'Farsa desmontada'

Ninguém está acima da lei, diz Celso de Mello ao tirar sigilo de vídeo

Salles destacou, durante a reunião exibida no vídeo, a cobrança feita por outros países em torno da Amazônia. 

“Nós temos a possibilidade nesse momento que a atenção da imprensa tá voltada quase que exclusivamente pro Covid, e daqui a pouco para a Amazônia, o General Mourão tem feito aí os trabalhos preparatórios para que a gente possa entrar nesse assunto da Amazônia um pouco mais calçado, mas não é isso que eu quero falar. A oportunidade que nós temos, que a imprensa não tá ... tá nos dando um pouco de alívio nos outros temas, é passar as reformas infralegais de desregulamentação, simplificação, todas as reformas que o mundo inteiro nessas viagens que se referiu o Onyx certamente cobrou dele, cobrou do Paulo, cobrou da Teresa, cobrou do Tarcísio, cobrou de todo mundo, da segurança jurídica, da previsibilidade, da simplificação, grande parte dessa matéria ela se dá em portarias e norma dos ministérios que aqui estão, inclusive o de Meio Ambiente”, disse Salles.

Em nota, o ministro Ricardo Salles comentou o conteúdo da reunião, afirmando que sempre buscou "desburocratizar e simplificar normas". 

"Sempre defendi desburocratizar e simplificar normas, em todas as áreas, com bom senso e tudo dentro da lei. O emaranhado de regras irracionais atrapalha investimentos, a geração de empregos e, portanto, o desenvolvimento sustentável no Brasil”.