Nomeação de Fábio Faria provocará nova eleição para Mesa Diretora da Câmara

Domínio do PSD sobre a vaga faz parte do acordo feito entre as legendas que apoiaram a reeleição de Maia ao comando da Casa

Por Igor Gadelha, CNN  
11 de junho de 2020 às 09:43 | Atualizado 11 de junho de 2020 às 14:53
O agora ministro das Comunicações, Fábio Faria, em 01.fev.2019.
Foto: Reprodução/Facebook

A nomeação do deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) como novo ministro das Comunicações provocará uma eleição suplementar para a Mesa Diretora da Câmara. O deputado é genro de Silvio Santos, dono do SBT.

Quando assumir o posto no governo, na próxima segunda-feira (15), Faria terá de renunciar ao cargo de terceiro secretário da Casa, responsável por analisar pedidos de licença e faltas dos parlamentares.

À CNN, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que convocará a eleição suplementar já nas próximas semanas e ressaltou que somente deputados do PSD poderão disputar.

O domínio do partido sobre a vaga faz parte do acordo feito entre as legendas que apoiaram a reeleição de Maia ao comando da Casa, em fevereiro de 2019.

Segundo apurou a CNN, a ideia no PSD é levar apenas um nome para a eleição de terceiro secretário. A bancada deve se reunir na próxima semana para discutir quem será o escolhido.