Planalto sonda assessor ligado a deputados bolsonaristas para número 2 do MEC

Ele é ligado a deputados federais bolsonaristas, entre eles, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República.

Por Igor Gadelha, CNN  
17 de julho de 2020 às 08:23 | Atualizado 17 de julho de 2020 às 10:11

Ministros do Palácio do Planalto sondaram o advogado Sérgio Sant’ana para assumir a secretaria-executiva do Ministério da Educação.

Assessor especial da pasta desde a gestão Abraham Weintraub, Sant’ana chegou a ser cotado para assumir o comando da pasta.

Leia também

Novo ministro da Educação toma posse defendendo autoridade do professor

Ao assumir MEC, Milton Ribeiro renuncia a posto na Comissão de Ética Pública

Ele era apoiado por deputados federais bolsonaristas, as quais é ligado, entre eles, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República.

Segundo apurou a CNN, o assessor especial disse a ministros palacianos que topava assumir o posto de número 2 do MEC.

O martelo, porém, ainda não foi batido pelo novo ministro, Milton Ribeiro. Até agora, ele só acertou a saída do atual ocupante do cargo, Antonio Paulo Vogel.