Moro diz desconhecer segredos na Lava Jato e pede que Aras explique declarações


Igor Gadelha
Por Igor Gadelha, CNN  
29 de julho de 2020 às 10:49 | Atualizado 29 de julho de 2020 às 11:14
Sergio Moro faz pronunciamento e anuncia demissão do Ministério da Justiça e Seg

Sergio Moro faz pronunciamento e anuncia demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública

Foto: CNN (24.abr.2020)

Ex-juiz da Lava Jato em Curitiba, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro rebateu na manhã desta quarta-feira (29) críticas do procurador-geral da República, Augusto Aras, à operação.

Em evento online com advogados nesta terça-feira (28), Aras insinuou que a força-tarefa de Curitiba se fez com “segredos” e disse que é “hora de corrigir os rumos para que o lavajatismo não perdure”. 

Leia mais:
Augusto Aras: 'É hora de corrigir rumos para que o lavajatismo não perdure'
Relator da Lava Jato e do caso Queiroz no STJ está internado em UTI em Brasília

“Desconheço segredos ilícitos no âmbito da Lava Jato. Ao contrário, a operação sempre foi transparente”, afirmou à CNN, que deixou a Lava Jato em novembro de 2018 para ser ministro do governo Jair Bolsonaro.

O ex-juiz cobrou ainda que o chefe do Ministério Público Federal esclareça as declarações dadas. “Seria relevante que o PGR melhor esclarecesse suas afirmações”, afirmou Moro.