Maia lamenta ataques e convida Felipe Neto para reunião sobre PL das fake news


Guilherme Venaglia, da CNN em São Paulo
01 de agosto de 2020 às 18:17 | Atualizado 01 de agosto de 2020 às 18:51

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convidou neste sábado (1º) o influenciador digital Felipe Neto a participar de uma reunião na próxima semana para discutir o projeto de lei de combate às fake news que tramita na Casa.

A fala de Maia foi feita em meio às repercussões dos ataques que Felipe Neto vem sofrendo e pelas notícias falsas compartilhadas a respeito dele.

Na última quarta-feira (29), um homem que se identifica como Cavalieri, o "guerreiro de Bolsonaro", divulgou vídeo fazendo ameaças em frente à casa do produtor de conteúdo.

"Esses ataques só reforçam o caráter daqueles que são incapazes de vencer um debate com argumentos e com respeito. Por tudo que você tem sofrido nesses dias, nós vamos acelerar o projeto de combate às fake news", disse o deputado.

Em resposta à publicação de Rodrigo Maia, Felipe Neto agradeceu o apoio e disse que aceita o convite do presidente da Câmara. "Convite aceito, Rodrigo. Vamos conversar! Muito obrigado pelo apoio", escreveu o influenciador.

Assista e leia também:

Influenciador Felipe Neto é alvo de ataques em frente à sua casa no Rio

Não estamos falando de 'tia do WhatsApp', diz deputado sobre PL das fake news

Reação

Críticos ao projeto que tramita no Congresso a respeito das fake news, deputados federais da base aliada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticaram a fala do presidente da Câmara.

Segundo a deputada Bia Kicis (PSL-DF), "isso não é motivo para acelerar tramitação de projeto que, ao contrário, precisa ser amplamente debatido".

Falas semelhantes foram feitas por outros deputados, como Carlos Jordy (PSL-RJ) e Márcio Labre (PSL-RJ). Jordy disse que Maia pratica "demagogia", enquanto Labre disse que o PL das fake news não será aprovado na Câmara.