Entenda como vai ser o julgamento de Deltan Dallagnol no CNMP

Procurador da Lava Jato é alvo de pedidos de afastamento movidos pelos senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Kátia Abreu (PP-TO)

Da CNN, em São Paulo
17 de agosto de 2020 às 20:17

O Conselho Nacional do Ministério Público julga nesta terça-feira (18) o afastamento do procurador Deltan Dallagnol da força-tarefa da operação Lava Jato em Curitiba. Os conselheiros vão analisar os pedidos da senadora Kátia Abreu (PP-TO) e do senador Renan Calheiros (MDB-AL).

A senadora questiona os pagamentos recebidos por Deltan para a realização de palestras e a ideia da criação de uma fundação privada e gerida pelos procuradores com o dinheiro desviado pela Petrobras. Já Calheiros alega uso partidário das redes sociais de Dallagnol em manifestação do procurador sobre a eleição para presidência do Senado em 2019.

O CNMP é composto por 11 membros e pelo menos oito conselheiros manifestaram, reservadamente, a tendência de votar contra o procurador. 

Leia também

Deltan Dallagnol pode ser primeiro procurador do MPF a ser afastado

Moro defende permanência de Deltan no comando da Lava Jato antes de julgamento

Deltan Dallagnol recusa saída honrosa da Lava Jato

Deltan Dallagnol fala durante seminário no Rio
Deltan Dallagnol fala durante seminário no Rio
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Dallagnol aguarda uma decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello, para que o julgmento seja suspenso. Também no STF, o ministro Luiz Fux impediu nesta segunda-feira que o CNMP considere uma advertência sofrida pelo procurador para agravar pena. A defesa de Dallagnol quer seja garantido o direito a "ampla defesa".

(Edição: Leonardo Lellis)