MPF decide manter investigação de crime eleitoral contra Flávio Bolsonaro

Com a decisão, o MP do Rio deverá retomar o inquérito, que pode resultar em acusações por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica

Elis Barreto, da CNN, no Rio de Janeiro*
18 de agosto de 2020 às 00:08
O senador Flávio Bolsonaro durante sessão de comissão mista
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado (9.abr.2019)

A 2ª Câmara Criminal de Revisão do Ministério Público Federal (MPF) determinou que a Promotoria do Rio de Janeiro prossiga com uma investigação contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) por supostos crimes eleitorais.

O colegiado foi acionado pelo juiz do caso, Flávio Itabaiana, depois que o Ministério Público do Rio sugeriu arquivar a investigação sobre supostas omissões na declaração de bens apresentada pelo parlamentar nas eleições de 2014, 2016 e 2018.

Assista e leia também:

MP apura por que órgão perdeu prazo para recorrer em caso das rachadinhas

MPF pede continuidade de investigação sobre ex-assessor de Flávio Bolsonaro

Com a decisão, o MP do Rio deverá retomar o inquérito, que pode resultar em acusações por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. 

Em março, a Polícia Federal solicitou o arquivamento do inquérito por não encontrar evidências de que o parlamentar tenha cometido crime eleitoral. A Justiça Eleitoral discordou do arquivamento e determinou novas apurações.

(*Estagiária, sob supervisão de Maria Mazzei).